Como montar sua Agencia de Viagens?

O bom momento na economia brasileira e o poder de compra da classe C tem trazido diversas oportunidades de negócios, como os negócios voltados para o turismo em geral. Com isso, surge a possibilidade lucrativa de montar uma agência de turismo.

 

Mercado

Atualmente, as agências de turismo estão vendendo tanto quanto os produtos e serviços essenciais, como serviços de saúde, pois há uma necessidade em viajar encontrada nas famílias de todas as classes que esperam uma oportunidade de descanso, de lazer, de visita à familiares e por outros motivos.

Clientes

Os clientes de turismo estão cada vez mais exigentes e procuram as agências de viagens por diversos motivos. Por isso, é necessário acompanhar as tendências de mercado e o perfil do público-alvo.

Saber como conquistar os clientes é uma das características do empreendedor, você sabe quais são?

De acordo com a localização da agência, o público-alvo pode ser bem diversificado. Um exemplo disso são as agências que funcionam em shoppings centers, que atendem uma diversidade de clientes que diferem entre si pelos motivos da viagem, seja viajar com a família ou a negócios, além disso, os clientes se diferem de acordo com as características demográficas como sexo, idade, renda per capita, nível de escolaridade e outros.

 

Análise de Mercado

Tenha em vista os clientes que serão atendidos pela agência e anote suas características principais com todos os dados sobre as preferências desses  clientes, hábitos e outros.

Ter um plano de negócio que prevê uma boa analise de mercado, estimativas de lucros, custos, capital de giro, dentre outros fatores, é de suma importância.

Essa pesquisa de mercado é importante para estabelecer quais os pacotes de viagens, serviços, produtos, promoções e lançamentos que serão interessantes para o sucesso em vendas e para a fidelização do cliente.

 

Localização de uma agência de turismo

Antes de montar uma agência de turismo, é necessário estudar bem a localização e a melhor escolha dependerá de um estudo sobre as regiões eleitas. O estudo deve conter renda per capita da região, concorrentes, características do público-alvo e, claro, deverá ser escolhida a localização que proporcionará um maior volume de clientes.

Se você estiver pensando em trabalhar com ecommerce (Venda pela Internet), não deixe de ler nosso artigo sobre vendas pela internet!

Na escolha da localização deve-se pensar também na estrutura a ser montada e, para isso, a decisão da escolha do imóvel será muito importante. Uma localização ideal para as agências de turismo são em complexos comerciais nos centros das cidades, em bairros de classe média, em shoppings e em aeroportos.

Você pode também optar por criar uma agência de viagem online, podendo ter ótimos rendimentos e um custo mais atraente!

Tendências do mercado

Os empresários do ramo de turismo devem ter em mente que o número de viajantes é maior do que os de aviões e estadias disponíveis e alocar seus serviços contando com essa realidade.

Falando em empresário, você sabe exatamente o que é empreendedorismo?

As agências de viagens devem manter a qualidade dos serviços, agregando valor com serviços diferenciados. Um dos maiores fenômenos no turismo nacional e internacional são a demanda de clientes da terceira idade. Esse segmento de turismo é crescente e abrange um público-alvo peculiar que busca diversão, lazer e outros motivos para viajar, sendo os que mais viajam e que possuem maior renda per capita.

Processo produtivo em uma agência de turismo

O dia a dia nas agências de turismo requer paciência, atitude, bom atendimento e sensibilidade para aproveitar as oportunidades de fazer negócios, fechar contratos interessantes e aumentar o número de clientes.

As agências devem contar com um serviço de atendimento ao cliente com profissionais treinados que atendam com cortesia e que saibam todas as informações sobre os pacotes turísticos, política da empresa, promoções concedidas e outras informações.

Tenha também excelentes vendedores com poder de negociação e que sejam capazes de realizar bons contratos de convênio e outros, fidelizar a carteira e prospectar novos clientes.

Um dos maiores fatores de sucesso de uma agência de turismo são os seus colaboradores, pois são eles que têm contato direto com os clientes. Portanto, treine o pessoal, invista no aperfeiçoamento e na motivação.

Estrutura de uma agência de turismo

As agências de turismo têm uma estrutura que varia entre 40 a 100 m², com balcões de atendimento e decoração aconchegante que remete lugares turísticos.

A agência deve ter computadores eficientes, telefones e o pessoal deve estar uniformizado, ser gentil, enfim, a estrutura das agências deve ser funcional e agradável para os clientes.

A agência deve ter também banheiros para os clientes, servir água, cafezinho e por isso, é interessante contar com uma copa. Ao fundo a agência poderá ter também banheiros com vestiários, sala de reuniões e escritório.

Dicas do negócio

Acompanhe as tendências de mercado para melhor atender aos clientes e assim, obter competitividade. As agências de turismo estão oferecendo pacotes de viagens e pacotes aéreos para escapadas, fins de semana, lua-de-mel e os locais mais procurados são SPAS, hotéis fazenda, turismo em centro de cidades grandes como São Paulo, Nova York, Tóquio e outros.

Você, antes de pensar em montar uma agência de turismo, deve saber exatamente como abrir um negócio!

Outra tendência de mercado é o ecoturismo. Esse tipo de turismo é ideal para jovens, adultos, executivos e é muito recomendado para profissionais que precisam relaxar e se livrar do stress das rotina nos escritórios e das grandes cidades. Para atender esse serviço, o ideal é contar com guias qualificados e ter na equipe instrutores e bombeiros que possam realizar os primeiro socorros.

Os sites de compras coletivas são outra tendência interessante para o ramo de turismo. Os sites oferecem descontos em viagens curtas, escapadas, voos domésticos e internacionais com estadias e esses sites representam um oportunidade lucrativa de fazer negócios com parcerias, pois os sites de compras coletivas são bem visitados e já são campeões em vendas. Essa é uma ótima maneira de vender em grande quantidade, com baixo custo e com preços competitivos.

Diferencial de uma agência de turismo

Atendimentos online, passagens entregues em casa e pacotes flexíveis são considerados itens básicos para os serviços turísticos.

Para descobrir o que poderá diferenciar os serviços é necessário conhecer a necessidade do cliente e depois com criatividade criar mecanismos de diferenciação. Realize pesquisas que buscam saber os desejos e necessidades dos clientes, e através de atitudes simples e viáveis, realize seu diferencial.

Para isso, dê brindes como programas de milhagem, presentes de aniversários para clientes frequentes, descontos relâmpagos e outras ideias.

Automação

Para atender de forma eficiente aos clientes e para o melhor desenvolvimento das atividades, as agências de turismo precisam contar com tecnologias. As agências devem ter seus sistemas integrados de forma online com companhias aéreas, hotéis e com os próprios clientes. Por isso, se faz necessário o uso da tecnologia.

Os principais recursos tecnológicos usados pelas agências são sistemas gerenciais que buscam melhor relacionamento com clientes e controle de estoques, como o CRM, que é um sistema para gestão de relacionamento com o cliente, BPO, ERP e tecnologias para segurança digital.

Aspectos Legais

O órgão competente para o registro das agências de turismo é a CADASTUR. A CADASTUR fiscaliza, orienta e normatiza o funcionamento das agências de turismo. Esse registro é importante para legalizar atividades como reserva de passagens, acomodações, realizações de roteiros turísticos e outros.

Caso a empresa tenha frota própria, ela precisa do registro do DNER (Departamento Nacional de Estradas e Rodagem)  e do DER (Departamento Estadual de Rodagem).

Para formalizar uma agência de turismo você precisará ter em mãos os documentos necessários. Veja aqui os documentos para abrir uma empresa: 

CNPJ – o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica é o primeiro documento a ser solicitado pelo empresário. Contamos com uma identidade nacional para pessoa física que é o CPF e para pessoa jurídica este numero é o CNPJ.

 
O CNPJ é o cadastro da empresa no Ministério da Fazenda e Receita Federal, o qual fará com que ela exista nacionalmente. Ele é o responsável por provar de qual seguimentos o empreendimento faz parte e quais os impostos devidos a serem pagos. Sem um CNPJ, a empresa não existe de fato e é considerada ilegal.
 
Para tirar o CNPJ é preciso ir até a Receita Federal de sua cidade munido de identidade dos donos da empresa original e cópia, CPF, comprovante de residência, endereço de onde a empresa vai funcionar e contrato social. A taxa varia de acordo com a época do ano e também o seguimento do empreendimento e deve ser paga no ato da inscrição.
 
Contrato social – este documento, na verdade, é uma base e só será usado uma vez que é par ao registro do CNPJ. Este é um acordo firmado entre os donos da empresa informando quem são os donos, capital inicial da empresa, o nome da empresa de registro e quanto de poder em ações e o que cada um faz na empresa.
 
Deve ser elaborado por um advogado, registrado em cartório, estar em posse de todos os sócios e assinado pelos donos da empresa e mais duas testemunhas e um advogado.
 
Registro na junta comercial – se você é um fabricante de produto ou prestador de serviços é, por consequência, um comercial e precisa estar registrado na junta comercial de sua cidade. Esse é um cadastro apenas para comerciantes que desejam abrir uma empresa para que sejam pagos os impostos devidos e que os espaços possam estar em dia e funcionem regularmente sem danos ao Estado e também aos consumidores. Há fiscalização e é cobrada uma taxa anual para se manter o registro.
 
Alvará da Prefeitura – a sua cidade também quer saber tudo o que funciona e cobrar os impostos devidos, pois é assim que ela consegue manter os estabelecimentos públicos funcionando. Cada cidade tem regras diferentes para abrir uma empresa, mas, no geral, se cobra registro na Receita Federal, contrato social da empresa e documentos dos donos.
Bombeiros – as normas de segurança pedem que todos os pontos comerciais de uma cidade precisam cumprir as normas de segurança do espaço e isso quem faz são os bombeiros. É cobrada uma taxa de inscrição anual e uma vistoria será feita no espaço para que a autorização de funcionamento seja dada. A taxa de pagamento é anual.
 
DICA IMPORTANTE!
 
Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Contrate uma consultoria, faça cursos de turismo, estude em livros, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas não arrisque suas economias em um chute!