Booking.com

Araxá

 
Araxá tem na sua formação geológica riquezas minerais como as águas sulfurosas e radioativas, o nióbio e a apatita.
 
Na Bacia do Barreiro viveram mamíferos pré-históricos há milhares de anos.
 
Da sua origem indígena a cidade herdou, sobretudo, o próprio nome ARAXÁ que na língua tupi-guarani tem o significado - por extensão - de um lugar alto onde primeiro se avista o sol.
 
Nessa região, formou-se um dos maiores quilombos de Minas Gerais, o Quilombo do Ambrósio.
 
O colonizador aqui foi atraído pelo sal natural das águas do Barreiro. A prática da pecuária foi o motivo básico dessa ocupação, seguida por atividades paralelas como o comércio dos tropeiros e mercadores e a agricultura.
 
Como todo esse legado cultural Araxá é, ainda, uma cidade turística - aqui se convive com o mito Dona Beja - e o valor das suas águas e da lama termal a fez tornar-se uma estância hidromineral.
 
O clima ameno, com temperatura anual em torno de 21 graus C permite uma estadia agradável. Coloque na bagagem roupas leves e confortáveis.
 
Você vai querer cavalgar, pedalar dentro e fora do lago, caminhar, ir às compras, sair à noite. Araxá é uma festa para quem gosta de levar boas lembranças para casa.
 
O que não falta em Araxá é um cenário bonito, gente alegre, casarões antigos, belas residências. Não foi por acaso que a cidade já foi fotografada pelas grandes revistas de moda e de arquitetura.
 
Ela foi palco de filmes, novelas e seriados de televisão.
 
Resistir aos tapetes de tear, delicados bordados, sabonetes e cremes com a lama negra de Araxá é quase que impossível. Outra grande tentação são os doces e as quitandas.
 
Além do tratamento diferenciado oferecido pelos hotéis, o araxaense recebe muito bem os turistas. Não é à toa que a cidade tem fama de ser uma das mais hospitaleiras do país. Todos estes fatores e muitos outros, que você só descobrirá pessoalmente, garantirão a sua tranquilidade e conforto fora de casa.
 
 
 
 
Dona Beija
 
Com a inauguração do Complexo Turístico do Barreiro Araxá passou a ser conhecida nacionalmente.
 
Desde então, o tipo de clima, o valor das suas águas e da lama termal foram associados ao mito Dona Beja, apelido de Anna Jacintha de São José.
 
Existe, de fato, uma documentação que comprova a existência de Dona Beja indicando que ela nasceu em Formiga, que viveu em Araxá e em Estrela do Sul, onde faleceu em 1.873 deixando expressos em testamentos os últimos desejos.
 
A análise do contexto social da época, sob a ótica dos documentos, nos leva a considerar um fator preponderante: Dona Beja na condição de mulher, de mãe, com estado civil de solteira, moradora no arraial de São Domingos de Araxá nas primeiras décadas do século XIX, teria alcançado uma posição de destaque na sociedade local. Casou suas filhas com membros de famílias influentes. Num tempo em que as mulheres eram habituadas a saírem de casa somente para assistirem à missa aos domingos (dentro da igreja agrupavam-se na nave, enquanto aos homens era concedido o privilégio de se concentrarem próximos ao altar), Anna Jacintha de São José parece ter sido uma mulher que exerceu a sua cidadania assumindo atitudes atribuídas exclusivamente ao sexo masculino. A exemplo, algumas iniciativas como solicitar providências à administração pública ou tomar providências que seriam próprias desta, recorrer à justiça, comprar, vender ou constuir imóveis, e ocupar uma posição político-partidária como a ocorrida por ocasião do Movimento Político de 1842. Comprovadamente Anna Jacintha de São José foi proprietária de escravos, muitos dos quais ainda batizou. Foi proprietária de um sobrado situado na praça da antiga Matriz, fato que reforça sua posição social destacada pelo tipo de construção e pela localização do imóvel na Vila.
 
Em meados do século XIX, Anna Jacintha de São José teria se mudado para Bagagem (atual Estrela do Sul) por ocasião da corrida aos diamantes ali encontrados. A busca de novas perspectivas é procedente, bem como, o êxodo da população, já que naquele momento, Araxá atravessava uma fase de estagnação.
 
A vida de Dona Beja teria despertado atenção e encantamento a partir dos anos 30 e 40, como a construção do Grande Hotel e das Termas do Barreiro. Os trabalhos artísticos que enriquecem as paredes do Balneário mostram a figura dessa personagem e associam sua beleza ao valor das águas e da lama termal. Muitos escritores, araxaenses ou não, escreveram romances que tinham como tema central a vida de Dona Beja.
 
 
Obras editadas sobre Dona Beja
 
Livros:
 
 
A vida em flor de Dona Beja
Autor: Agripa Vasconcelos
 
Araxá - Da Maloca ao Palácio
Autor: Waldir Costa
 
Dona Beija a Feiticeira do Araxá
Autor: Thomas Leonardos
 
 
 
Revistas em Quadrinhos:
 
 
Dona Beija a Feiticeira do Araxá
Quadrinização do Romance de Thomas Leonardos
 
 
 
Novela Dona Beja
 
Uma novela que fez história, exibida em 1986, pela Rede Manchete.
 
Durante 6 meses 180 atores construiram todas as emoções que tornaram a novela Dona Beja um dos maiores sucessos da televisão brasileira.
 
Exibida em toda Europa, Estados Unidos e Japão.
 
 
Reconhecer a Saúde como prioridade na vida humana é demonstração de maturidade. No conturbado tempo presente, a Equipe de Saúde das termas de Araxá, Busca a sobrevivência, luta contra doenças, analiza a psiqué, experimenta diferentes relações sociais, reconhecendo o valor da profilaxia e, cada vez mais, ousa nos limites e na transcedentalidade de nossa natureza.
 
De acabamento nobre, reforça o ar de imponência dado por sua grande dimensão.
 
Cada andar ostenta uma galeria luxuosa e artisticamente trabalhada, sendo que ao centro existe uma rotunda de vitrais magnífica.
 
O foyer, com planta circular, surpreende aos visitantes pela sua beleza, pelas pinturas murais ali existentes e pela luz que chega através do teto por meio deste gigantesco vitral de nove partes. Em cada uma delas são retratadas épocas distintas da história de Araxá.
 
 
Tratamentos Hidroterápicos
 
 
Banho de Pérola de Ar
 
São uma variedade de banhos sulfurosos e radioativos; turbilhão que possui o efeito de massagem mecânica. A água do banho é agitada por meio de ejetor de ar ligado a um estrado de madeira todo perfurado, no fundo das banheiras. Exerce efeito sedativ, alivia a dor e o espasmo musculares. Proporcionam sensação agradabilíssima ao paciente.
 
É uma lamavegeto-mineral, que se forma paulatinamente à custa do humus vegetal da bacia onde brotam as águas, em contato permanente com a água sulfurosa nascente, que se renova sempre em tanques apropriados. A parte mineral da lama consta de um humus especial, entremeado de algas e modificado pelo contato prolongado da água sulfurosa, que a satura de seus princípios salinos e de suas emanações radioativas. A parte vegetal é formada por certas algas mais ou menos termo-resistentes, e que muito contribuem para a constituição do limo mineral. A lama, sob a ação permanente da luz solar, passa por fases sucessivas de transformação, apresentando, depois da elaboração definitiva, caracteres organolépticos sui-generis, sob o aspecto de uma pasta mole, gelatinosa, negra, untuosa ao tato e de cheiro sulfuroso.
 
A ação local da ilutação sobre as articulações doentes é, em primeiro lugar, a do calor, que não se exerce somente sobre a pele, mas também sobre as camadas subjacentes, e até mesmo na cavidade articular. Desse modo há uma hiperemia ativa com as conseqüências sobre os tecidos, isto é, diminuição da pressão capilar nos pequenos vasos cutâneos, vasodilatação e aumento da irrigação sangüínea, de um aumento do metabolismo tecidual e celular, de um impulso à regeneração celular, de uma diminuição mais ativa das escórias orgânicas, aumento das atividades urolíticas e uricoeliminadoras da pele e, como salienta Messini, com a provocação da formação "in situ", de substâncias histamínicas similares, de produtos de desintegração que exercem uma estimulação sobre as lesões inflamatórias tórpidas das articulações, facilitando sua resolução. Há quem admita os efeitos da pressão e das possíveis trocas osmóticas entre a pele e tecidos subjacentes com a lama.
 
A lama é utilizada nas Termas de Araxá das seguintes maneiras:
a) banhos de imersão, com temperatura que pode variar de 36 a 39 graus e duração de 5 a 20 minutos;
b) compressas de lama para aplicação em áreas limitadas;
c)em máscaras faciais para o tratamento de moléstias da face, especialmente da acne.
 
As principais indicações da lama são: artrites traumáticas, entorses, artrites crônicas, fases declinativas da artrite reumatóide, nas artrites diatésicas ou metabólicas (gota), nas afecções da coluna vertebral (espondilose ou espondilo-artrose, discopatias, etc), acne, etc.
 
 
Tratamentos Hidroterápicos 
 
 
 
Piscina Emanatória
 
 
 
Piscina de água radioativa, nas dependências do balneário, com temperatura entre 28 e 32 graus. mede 9 metros de comprimento por 6 de largura. Sua profundidade máxima é de 1,60 e a mínima de 1,20 metros. Não se instalou esse serviço com a finalidade do esporte e sim para obedecer um sentido terapêutico, principalmente na recuperação de funções motoras. O seu recinto é sumamente agradável, com murais e vitrais que retratam cenas recolhidas em várias lendas. Ao redor da piscina fica uma guarnição de espriguiçadeiras para o repouso dos clientes.
 
 
Ducha Escocesa
 
Na ducha escocesa empregam-se, alternadamente, duchas quentes e frias, tanto no corpo inteiro como em áreas limitadas. Preliminarmente o corpo deve ser aquecido num banho sulfuroso, ou num banho finlandês, ou após banho de ar quente geral, ou então, após massagens gerais. Podem ser usadas de leque, jato ou asperção. A de jato é a mais satisfatória, em virtude de seu efeito percussivo. A ação tônica da ducha escocesa é usada pela sua ação refrigerante para os casos de insônia, alcoolismo, perturbações nervosas e nas fibrosites.
 
Banho Finlandês
 
É um banho de vapor quente. É dado numa temperatura de cerca de 50 graus, geralmente durante 5 a10 minutos, e é comumente seguido por uma ducha escocesa. Entre as indicações dos banhos de vapor quente, incluem-se: fibrosites, obesidade, toxemias crônicas, afecções reumáticas, neurites periférica, neuralgias e ciática.
 
Banho de Ar Quente
 
Segundo Bier, o ar quente provoca hiperemia arterial ativa. Acha que o seu uso no tratamento de estados crônicos, após inflamações agudas, favorece a absorção de exsudatos crônicos, infiltrações, aderências. Recomenda-o também no tratamento de estados nevrálgicos. Os traumatismos agudos como contusões, sinusites, artrites, tenossinovites, são beneficiados pelo ar quente. Nos banhos parciais ou gerais a temperatura pode ser bastante elevada e a duração do tratamento de 15 a20 minutos.
 
Massagem Geral e Parcial
 
Segundo Jacques Heuli, é um método de valor atuando como estímulo à circulação, determinando vasodilatação. Diminui a dor e origina sensação de bem estar. São um verdadeiro sedativo. A duração varia de 5 a15 minutos. Suas indicações principais são: obesidade, reabilitação em reumatologia e em outras entidades mórbidas que exigem aumento do fluxo sangüíneo para o sistema muscular.
 
Ducha Circular
 
O corpo recebe jatos finos de água que saem de canos perfurados, em forma circular, sob pressão, permanecendo a pessoa num estrado ao centro. Muito usada
 
 
 
 
 
 

 

Booking.com