Bonito - Ms

 
A melhor época para visitar Bonito
 
Uma dúvida que a maioria dos turistas têm ao planejar visitar um destino ecoturístico como Bonito é em que época é mais apropriado. O clima pode intervir desfavoravelmente nos passeios, já que o contato com a natureza é direto e a chuva e o frio podem atrapalhar em uma aventura, seja ela trilha, rapel, flutuação ou passeio a cavalo.
 
Em qualquer época do ano pode-se visitar Bonito, mas o ideal é entre os meses de dezembro e março, no período das chuvas, quando a vegetação está verde, os animais aparecem, pois têm alimento de sobra; o nível dos rios está alto, e as cachoeiras estão caudalosas. Entre maio e agosto, os campos estão secos, as queimadas são constantes e a fauna foge atemorizada para pastagens melhores.
 
Outro fator considerável são os preços. É definida as datas de Alta e Baixa Temporada, sendo os períodos de Alta Temporada os feriados e férias e de Baixa Temporada as demais datas. Os hotéis e pousadas, assim como as agências cobram preço diferenciado para as temporadas, portanto, se for possível evitar os feriados, já dá para economizar um pouco.
 
Muitos dos passeios, têm limites de visitas diárias e por grupo e os hotéis e pousadas em períodos de Alta Temporada estão sempre lotados. Fazer as reservas antes de sair de casa é fundamental para que tudo saia como o planejado.
 
Permanência
 
A permanência mínima ideal, é de quatro dias, para que possa ser realizado um passeio de cada tipo. Na baixa temporada, não é preciso agendar os passeios com muita antecedência, podendo ser programados na sua chegada. Mas, na alta temporada (feriados nacionais, férias - de 15 de dezembro a 28 de fevereiro - julho) é necessário reservar os passeios com certa antecedência para não correr o risco de ficar sem fazer algum.
 
Passeios
 
Algumas considerações importantes:
 
Como cada passeio tem um número máximo de visitantes por dia, o ideal é efetuar as reservas com antecedência.
Todos os passeios são pagos. Estes valores variam de R$ 10,00 a R$ 65,00. Para a prática de rapel e mergulho autônomo, os preços são maiores. Nestes valores não estão incluídos o transporte até o passeio.
Qualquer reserva para os passeios deverá ser efetuada numa agência de turismo local. A agência se responsabilizará pelas reservas, contratação do guia de turismo que irá acompalhá-lo e emitirá uma autorização para realização do seu passeio.
Conforme lei municipal, para visitação dos atrativos turísticos de Bonito é obrigatório o acompanhamento do Guia de turismo local credenciado pela EMBRATUR e cadastrado na prefeitura.
O calçado ideal para a realização da maioria dos passeios é o tênis.
Para a realização dos mergulhos autônomos é obrigatório ter curso de mergulho.
O protetor solar e o repelente não poderão ser utilizados em alguns atrativos para a conservação das águas e peixes.
Todas as estradas que dão acesso aos passeios são de terra.
As agências de turismo da cidade oferecem serviço de locação de carros e vans.
As condições atmosféricas podem impedir ou dificultar a realização de alguns passeios.
O que trazer
 
Além de muita disposição, são indispensáveis roupa de banho, boné ou chapéu de palha, mochila, tênis, camisetas, shorts, moletom, capa de chuva, protetor solar, repelente, máquina fotográfica, câmera filmadora e agasalho no inverno.
 
Como chegar
 
Para quem chega de avião em Campo Grande, é melhor já ter contratado o traslado, ou já ter reserva de locação de carro. O aeroporto de Campo Grande tem locadoras.
 
De carro, o acesso para quem vem de Campo Grande, capital do Estado, até Bonito são 330 km, seguindo pela BR 262 até Anastácio, a partir daí, o ideal é tomar a BR 419 até Guia Lopes da Laguna e depois uma estrada de 56 km até Bonito. Outro acesso ainda para quem vem por Campo Grande, pode ser num percurso de 270 km, é pela BR 060 passando por Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes da Laguna e Bonito. Vindo de São Paulo via Presidente Prudente, entrando no Estado de Mato Grosso do Sul, a primeira cidade do Estado é Bataguassu, seguir até o trevo de Nova Alvorada, em direção a Rio Brilhante, Maracajú, Guia Lopes da Laguna e Bonito.
 
A única linha de ônibus saindo de Campo Grande é a Viação Cruzeiro do Sul, com os seguintes horários diários, às 06:00 hs chegando em Bonito às 11:00 hs, e às 15:00 hs chegando em Bonito às 20h00. Preço da passagem R$ 25,00.
 
Há também uma linha direta de São Paulo até Jardim as terças e sextas-feiras e aos domingos as 19:00 com a duração de 15 horas de viagem. Chegando em Jardim tem ônibus da Viação Cruzeiro de Sul até Bonito as 10:30 hs, 11:00 hs, 15:30 hs e 19:00 hs.
 
Há também a possibilidade de chegar de avião pequeno em Bonito. Neste caso contratar táxi aéreo.
 
Reservas de estadia
 
Se você pretende ir em épocas de alta temporada - principalmente verão e feriados prolongados - faz-se necessário uma reserva antecipada. Apesar de haver muitas pousadas e hotéis, a chance de você ficar sem lugar não é pequena. Inclusive, se você pretende ir fora de temporada, é bom ligar pra saber da disponibilidade de vagas, porque, de repente o lugar que você pretende ficar estará em reformas ou reservado para alguma excursão, você dança.
 
Reservas de passeios
 
Vale a mesma coisa das reservas de estadia. O número de pessoas por passeio / dia é limitado - tudo em nome da preservação do local - e sem guia e sem agência de turismo, você não pode ir aos passeios. É proibida a entrada de pessoas sem os guias das agências em quase todos os passeios, com exceção do balneário municipal e da ilha do padre. A maioria das atrações estão em propriedades particulares por isso faça suas reservas junto a sua agência lá em Bonito, antes de ir ou lá, pra não perder viagem.
 
Tempo para passeios
 
Se você gosta de se programar com antecedência, pode reservar para todos os passeios, com exceção daqueles mencionados o dia todo, de um período: ou toda manha ou toda a tarde. Dificilmente você vai conseguir fazer mais de um passeio por período, principalmente porque as distâncias não são próximas e você acaba ficando mais do que o descrito, principalmente fora de temporada.
 
Acampamento
 
Existem duas áreas de acampamento: O Balneário Municipal e a Ilha do Padre. As áreas de acampamento são como todos os outros campings, têm a mesma estrutura e estão abertos 24 hs por dia. As áreas de passeio, por exemplo, as anexadas ao balneário, só ficam com o acesso permitido no horário habitual de funcionamento. O restante é igual. 
Melhor época para ir à Bonito
 
Principalmente nos meses de fevereiro, março e abril, temos a época de chuvas. Isso pode dificultar um pouco alguns passeios e impossibilitar outros. Isso considerando o tempo sem influência do El Ñino e algum de seus "familiares". O inverno (julho) geralmente não chove e o nível das águas é bom principalmente [ra fazer mergulho. No final do ano, geralmente o nível da água está muito baixo e isso deixa alguns passeios menos interessantes do que eles realmente são.
 
Mergulho: O que levar
 
Leve o que você habitualmente leva a outros mergulhos. As agências de turismo fornecem roupas, nadadeiras, snork e máscara para os mergulhos de superfície e também alugam garrafas para mergulhadores autônomos. É como você fosse mergulhar em qualquer outro lugar do Brasil que tenha infra-estrutura para mergulho.
 
Tipos de mergulho
 
Para quem realmente entende do assunto - que , ainda, não é meu caso - diz que são: snorkering, livre e autônomo, podendo ser feito em rios (inclusive em correnteza - r. sucuri e r. da prata). lagos e cavernas. Para as cavernas é necessário habilitação especial.
 
Bike
 
Se você gosta de mountain bike ou outro tipo de passeios com bicicletas, você encontra na região toda várias possibilidades. Para os passeios, especificamente, eu acho meio improvável que algum guia queira ir e voltar de bicicleta de qualquer passeio, mas acho que se tiver mais gente, com alguém indo de carro na frente e levando-os até lá, você pode ir atrás e chagar e depois curtir o lugar.
 
Passeios sem guia
 
Como já foi dito aqui anteriormente, a maioria dos passeios fica em propriedades privadas e preservadas, por isso só pode ser acessado com "ingresso" e um guia de qualquer agência de turismo de lá de Bonito.
 
Ir sem fazer passeios
 
Ao chegar em Bonito, você tende a ficar meio decepcionado e assustado com o que vai ver. Parece uma daquelas cidadezinhas do interior do país que não tem nada. Uma única rua central principal, empoeirada e cheia de lojinhas e pousadas bem pitorescas. Se você pretende ir a Bonito só pra conhecer a cidade, é isso que você vai ver. Bem próximo ao centro da cidade está o balneário municipal, os demais passeios são afastados.
 
Roupas
 
Caso você vá no verão, o calor em Bonito é o mesmo de quase todo centro -oeste brasileiro: muito forte. Inclusive vale a pena levar um repelente tópico. Se for levar protetor solar, leve um que não solte na água, pois seu uso é proibido. No inverno, pode ser que você pegue alguma noite fria. No inverno, enquanto tem sol, a temperatura é alta. Quando chega a noite, pode fazer algum frio. Obviamente que uma mesma temperatura pra quem vem do nordeste é um pouco diferente de quem vem do sul.
 
Crianças
 
Os passeios são seguros em sua maioria inclusive para crianças, menos para crianças de colo. Você vai ter os passeios bastante limitados nesse caso e vai ter que aproveitar a cidade como no item 11.
 
Serviços de saúde
 
Existe dois hospitais em Bonito que atendem a qualquer urgência 24 horas por dia com boas condições de funcionamento. Os endereços estão na seção de serviços.
 
Transporte
 
Em Bonito, você necessita se locomover para os passeios sempre de carro, a pé não dá mesmo. Por isso, quem não vai de carro pode usar os táxis de lá. Algumas empresas de turismo estão montando serviços com vans, mas não são todas. O ideal é ir de carro. Você pode se deslocar para todos os lugares sem aborrecimento. Vale até a pena fechar um grupo grande e alugar um, antes de ir à Bonito. Os preços em geral em Bonito, se formos comparar com a estrutura e preços de turismo no restante do Brasil, são, na minha opinião, caros. Mas, se você não ta muito preocupado com isso, o passeio realmente é inesquecível. Paga e apaga a maioria dos outros.
 
Natureza
 
Balneário Municipal Rio Formoso 
Onde uma grande variedade de peixes acompanham seu lazer.
 
  Balneário do Gordo
Localizado às margens do Rio Formoso. Oferece a tranqüilidade e a harmonia que apenas a natureza pode permitir, com seus sons e cores.
 
Balneário do Sol
Às margens do Rio Formoso, um lugar mágico.
 
  Hotel Fazenda Cachoeira 
O Hotel Fazenda Cachoeira oferece conforto e entretenimento. Está localizado em uma bela natureza as margens do Rio Formoso.
 
Fazenda Segredo
Para o visitante que deseja passar um dia inesquecível.
 
Balneário Tarumã - Fazenda Lomba
Complexo ecológico com uma linda piscina natural, além de trilha ilustrativa que leva a uma belíssima cachoeira.
 
Praia da Figueira 
A praia mais badalada de Bonito.
 
Ilha do padre
Inúmeras cachoeiras e piscinas naturais no meio do Rio Formoso.
 
 
Ecoturismo
 
Boca da Onça Ecotur
Trilhas, cachoeiras, rapel e muita emoção em Bodoquena.
 
Cachoeiras do Aquidaban
Uma das mais altas da região, onde se avista a Serra da Bodoquena, cuja maior parte é uma reserva indígena.
 
Cachoeiras do Rio do Peixe
Um dos melhores cenários da natureza em Bonito.
 
Estância Mimosa Ecoturismo 
Uma deliciosa e inesquecível aventura de ecoturismo - respeito ao meio ambiente, interação com a natureza e cultura regional.
 
Fazenda Ceita Corê
Beleza e cor, trilhas e grutas, cachoeiras e bichos, tudo em um só lugar.
 
Parque das Cachoeiras
Uma trilha que passa por 6 belas cachoeiras onde você pode observar, fotografar e se refrescar em um delicioso banho.
 
Parque Ecológico Rio Formoso
O parque oferece trilha pela mata ciliar em meio a uma flora exuberante e descida pelo rio Formoso.
 
Parque Ecológico Baía Bonita (Aquário Natural) 
Snorkeling em águas que estão entre as mais transparentes do mundo.
 
Barra do Sucuri
Em contato direto com a natureza em seu mais belo estado de preservação e equilíbrio ambiental, pode levá-lo a emoções realmente indescritíveis, aproveite.
 
Bonito Aventura
Descida do Rio Formoso e exploração de cavidades naturais submersas.
 
Recanto Ecológico Rio da Prata
Mergulhos inesquecíveis em um dos rios mais cristalinos do mundo!
 
Rio Sucuri
A transparência das águas tranqüilas, com imensos cardumes de peixes, nascentes e plantas exóticas.
 
Gruta do Lago Azul
Uma descida ao céu. Cartão postal do paraíso...
 
Grutas de São Miguel
Um dos melhores programas em Bonito, situada na Reserva Natural Parque Ecológico Vale Anhumas.
 
Buraco das Araras
Trilha ao redor de uma dolina com 124 metros de profundidade e 500 metros de diâmetro.
 
 
Roteiros de Aventura
 
Abismo Anhumas
Uma abertura no chão despenca como um abismo vertical, uma verdadeira viagem ao centro da terra.
 
Quadriciclo
Diversão e aventura em cima de 4 rodas pela antiga trilha boiadeira.
 
Passeio de Bote 
A descida é uma aventura à Indiana Jones.
 
Bóia Cross
Uma emocionante aventura nas cachoeiras do Rio Formosinho, com mais de 7 corredeiras para deslizar.
 
  Dicovery Dive (batismo) 
Excelente para quem não tem treinamento e quer experimentar a sensação de mergulhar com equipamento “scuba”. Sempre acompanhado pelo Instrutor, é possível mergulhar por aproximadamente 30 minutos após ter recebido toda a orientação de segurança.
 
 
Cultural
 
  Projeto Jibóia 
Visitação turística e educação ambiental com a comunidade local. Trabalho de desmistificação das serpentes.