Brasília - Df

 

Descrição

Alguns dos marcantes traços arquitetônicas criados pelo arquiteto Oscar Niemeyer e que tomaram forma no plano idealizado pelo urbanista Lucio Costa viraram símbolos reconhecidos facilmente tanto por quem já foi quanto por aqueles que estão programando a primeira visita a Brasília. As duas gigantescas cúpulas do Congresso Nacional são o símbolo maior da cidade, e ninguém sai de lá sem conhecer o lugar onde se reúne o Poder Legislativo do país. Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a cidade passa por um momento-chave. Em uma reunião realizada em 2012, o órgão da ONU ameaçou retirar o título caso a prefeitura liberasse a construção de empreendimentos hoteleiros que agredissem os pilares do Plano Piloto.

Monumentos, palácios, esculturas, espelhos d’água e gramados vão marcando a paisagem de longas quadras construídas na terra avermelhada do Cerrado há mais de cinquenta anos. Algumas da edificações ganham ainda mais força com a iluminação noturna, caso da Catedral Metropolitana, cujos famosos pilares curvados se destacam no Eixo Monumental. O Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, tem fachada em arcos e interior decorado com quadros de Volpi, tapeçarias de Di Cavalcanti e esculturas de Victor Brecheret.

Sim, você vai parar para um clique na rampa do Palácio do Planalto, imitando a caminhada de presidentes empossados e autoridades em visita à sede do governo – até por que essa e outras atrações do mundo político-administrativo têm visitação gratuita e ficam próximas umas às outras. Para ter uma visão panorâmica do arrojo das edificações e do formato de avião dessa cidade de ares futuristas, a dica é subir na Torre de Televisão, uma estrutura metálica projetada por Lucio Costa de onde se pode observar todo o Eixo Monumental, a Asa Norte e a Asa Sul e o Lago Paranoá. Outras áreas em Brasília devem ser exploradas de carro, seja à noite ou durante o dia, mesmo que se tenha um pouco de dificuldade inicial para encontrar endereços numa salada de letras e números dos endereços, que indicam setores e quadras.

Na região do Lago Paranoá, que em dias favoráveis exibe uma quantidade de iates impressionante, e no Setor de Clubes Esportivos ficam alguns dos melhores restaurantes da cidade, reconhecida pela qualidade de sua gastronomia.

COMO CHEGAR

Oito rodovias federais levam a Brasília. Partindo do Rio de Janeiro, passando por Belo Horizonte, está a BR-040. Para quem vem de São Paulo, a rota vai da Anhanguera- Bandeirantes até Uberaba, quando começa a BR-040. Se você vem do Norte, a BR-020 chega a Brasília pela região oeste da cidade, por Sobradinho e Brazlândia. Por terra ou pelo ar, quem chega à estação rodoferroviária ou ao Aeroporto Internacional de Brasília pode ir ao Centro do Plano Piloto de táxi ou de ônibus – a linha do metrô não alcança esses pontos.

Informações Gerais

Site: setur.df.gov.br
População: 2.562.963 hab
DDD: 61

Distância de outras cidades: Goiânia, 211 km, Belo Horizonte, 747 km, Palmas, 850 km, São Paulo, 1011 km, Campo Grande, 1079 km, Cuiabá, 1147 km, Rio de Janeiro, 1170 km, Vitória, 1279 km, Curitiba, 1402 km, Salvador, 1508 km, Florianópolis, 1684 km, Maceió, 1973 km, Porto Alegre, 2113 km, Belém, 2159 km, Recife, 2197 km, João Pessoa, 2317 km, Fortaleza, 2482 km

Material retirado do site Viaje Aqui.Uma cinquentona com jeitinho de vinte!
 
Com o formato de um avião, idealizada pelo arrojado e pioneiro presidente Juscelino Kubitschek, há quarenta e nove anos atrás, nascia Brasília.
Sua construção iniciou-se em 1956, tendo como base um “eixão” e duas asas, sul e norte, já tinha ares modernos e construções magníficas assinadas pelo jovem arquiteto Oscar Niemayer e pelo engenheiro Lúcio Costa.
Fundada em abril de 1960, levou quatro anos para ser inaugurada, e trousse  para o Planalto Central as grandes decisões e parte da história da política do nosso país.
 
Inicialmente tímida sob o aspecto turístico, Brasília passou anos sendo vista como uma cidade fria, voltada apenas a política e a busca de novos e promissores horizontes para várias famílias que chegavam aos poucos de todas as regiões do país.
 
Com o tempo a cidade foi se tornando “pointer” de uma juventude arrojada, moderna e na sua maioria, de excelente formação, não só pelas oportunidades que uma cidade planejada oferece, mais também pela grande aglomeração de diferentes culturas, costumes e etnias que ali se encontraram para formar uma nova naturalidade... Uma nova cidade.
Hoje Brasília é o centro geográfico, político de nosso país e apresenta uma maturidade cultural e organizacional inigualável, mantendo o pique e a jovialidade de uma cidade cosmopolita em suas noites agitadas, lugares interessantes, restaurantes badalados e atrativos que vão muito além da política.
 
Iniciando nosso passeio pela Asa Sul, a mais efervescente por reunir mais opções de lazer, compras e vida noturna. Lá se encontra o Parque da Cidade, um dos maiores parques urbanos da América Latina, o Conjunto Cultural da Caixa, com seus vitrais representando os estados brasileiros e as quadras de compras como a 211 e 111.
Para terminar a visita vale uma passadinha no Beirute, bar freqüentados por políticos, jovens e turistas há mais de 40 anos e mantém seus famosos kibes sempre fresquinhos, para  alegria de seus freqüentadores fiéis. Caso não goste de comida árabe a 210 tem várias opções gastronômicas que com certeza vão conquistar você.
 
A Asa Norte é mais nova, bem mais tranqüila, abriga uma população mais jovem e reserva algumas das mais deliciosas  doceiras e sorveterias da cidade.
 
No Grande Lago estão as mais luxuosas residências, mansões e muitas embaixadas. Construído para gerar mais umidade para a cidade, o Lago Paranoá é enorme e cortado por várias pontes. Estrategicamente localizado está entre o sul e o norte, abriga o Jardim Botânico e o Centro Cultural Banco do Brasil, referencia quando o assunto é arte.
Lá também está a residência do nosso presidente, o Palácio da Alvorada.
 
Finalmente chegamos ao Eixo Monumental, onde estão as mais conhecidas e arrojadas construções de Brasília como: O Palácio do Planalto, que com seus 28 andares em forma de H (são dois prédios, os mais altos do plano piloto)  e suas cúpulas que abrigam os plenários da câmera e do senado. Seguindo encontraremos a praça dos Três Poderes que reúne o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal, o Planteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, com sua arquitetura modernista, simboliza uma pomba, criada por Oscar Niemeyer.
Também na Praça dos Três poderes estão o Monumento dos Candangos, escultura de bronze de 8 metros de altura realizada no ano de 1959 por Bruni Giorgi e o Mastro da Bandeira.
Ainda no Eixão encontraremos a Catedral, com seus 40 metros de altura e seus vitrais magníficos, a Explanada dos Ministérios, onde cada prédio representa um ministério e o Complexo Cultural da República que é composto pelo Museu da República e a Biblioteca Nacional.
PASSEIOS TURISTICOS
Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecidalocaliza-se na Explanada dos Ministérios e foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e foi fundada em 1970. Uma construção moderno em formato circular é formada por 16 pilares intercalados por grandes e coloridos vitrais de Marianne Peretti, belíssima iluminação natural no interior do templo. Em cima tem uma cruz metálica de 12 metros de altura que foi benta pelo Papa Paulo VI. Foi declarada Patrimônio Histórico Artístico Nacional.
 
Santuário Dom Bosco O Santuário Dom Bosco, Merece especial atenção por seus belos vitrais coloridos sustentados por  grandes arcos.
 
Santuário Nossa Senhora de Fátima conhecido como 'Igrejinha' e inaugurado em 1958, situa-se na zona sul da cidade. Foi um dos primeiros templos que Oscar Niemeyer projetou na Cidade, no seu interior encontram-se painéis de azulejos de Athos Bulcão. É Patrimônio Histórico Artístico.
 
Igreja Budista da Terra Pura , revestida de ouro, o Templo Budista da Terra Pura, situado na Asa Sul da cidade, é uma réplica de um templo japonês, o Templo Fukui. Seu interior.
 
Palácio da Alvorada. Residência oficial do Presidente da República situa-se às margens do Lago Paranoá. Uma das primeiras construções erguidas na cidade, foi projetada por Oscar Niemeyer. Destaca-se por suas colunas, um dos símbolos de Brasília.
 
Palácio da Justiça - Ministério da Justiça O Palácio da Justiça, sede do Ministério da Justiça, encontra-se situado na Esplanada dos Ministérios. Pode ser visitado e no seu interior destacam o Salão Negro, a Sala de Retratos, a Biblioteca e o seu belíssimo jardim interior.
 
Palácio do Buriti - Sede do Governo do Distrito Federal,sede do Governo do Distrito Federal, está na Praça do Buriti no Eixo Monumental Oeste, rodeado de jardins, destacam-se as esculturas 'Loba.
 
Palácio do Itamaraty, situado na Esplanada dos Ministérios, é mais uma obra de Oscar Niemeyer e é a sede do Ministério de Relações Exteriores.
 
Palácio do Jaburu, é a residência oficial do vice-presidente da República. Localiza-se na SHTN e destacam seus belos jardins com árvores frutíferas.
 
Palácio do Planalto, também conhecido como o Palácio dos Despachos, na Praça dos Três Poderes foi inaugurado no ano de 1960 e é a sede do Poder Executivo e o lugar de trabalho do Presidente da República.
 
Catetinho - Palácio de Tábuas, foi a primeira construção erguida  nas redondezas de Brasília, na BR-040 que leva a Belo Horizonte, inaugurado em 1956, serviu de residência oficial do Presidente da República, Juscelino Kubitschek.
No ano de 1959 foi declarado Patrimônio Histórico.
 
Teatro Nacional Cláudio Santoro no Setor Cultural Norte, também obra de Niemeyer, destaca-se por sua estrutura com forma de pirâmide irregular. É um dos espaços culturais mais importantes da cidade
 
 
Museus:
Museu da Cidade
Museu de Arte e Tradições do Nordeste
Museu de Valores
Museu do Superior Tribunal de Justiça
Museu Histórico do Senado Federal
Museu Arte de Brasília
Museu da Imprensa
Museu de Armas
Museu Histórico de Brasília
Museu Nacional de Gemas
Museu Histórico e Artístico de Planaltina
 
Espaço Lúcio Costa, no subsolo da Praça dos Três Poderes, seu interior abriga uma grande maquete da cidade, entre outras coisas.
 
Espaço Cultural Oscar Niemeyer, na Praça dos Três Poderes, expõe fotos, maquetes, desenhos, publicações e o catálogo técnico, entre outras coisas, do genio da arquitetura responsável por grande parte do charme de Brasília o arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer.
 
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB  lugar onde acontecem as melhores e mais variadas exposições de arte, apresentações teatrais e espetáculos de música e dança.
 
Centro Poliesportivo Ayrton Senna, um dos complexos esportivos mais bem equipados do Brasil.
 
Monumento dos Candangos, escultura de bronze com 8 metros de altura inaugurada em 1959 por Bruni Giorgi.
 
Monumento Pedra Fundamental de Brasília, construído no Morro do Centenário, Tem uma forma de piramide e 7 metros de altura.
 
Monumento à Juscelino Kubitschek,  Monumento mármore de carrara projetado por  Oscar Niemeyer em homenagem ao presidente Jucelino.
 
Memorial Juscelino Kubitschek, também construído em homenagem ao idealizador e fundador de Brasília, inaugurado em 1981, mantém um museu com as lembranças, documentos, fotos da sua vida e uma biblioteca. Merece especial destaque a 'Câmara Mortuária do Salão Circular', onde está os restos mortais do presidente.
 
Praça dos Três Poderes, a mais importante da cidades e um dos principais pontos de encontro da cidade. Aqui estão alguns dos monumentos mais representativos de Brasília, na maioria projetados por Niemeyer como: Palácio do Planalto, o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal e o Monumento dos Candangos.
 
Congresso Nacional é a sede do Poder Legislativo de Brasília. No seu interior destacan o Senado Federal e a Câmara dos Deputados.
 
Panteão da Pátria foi construído em memória ao presidente Tancredo Neves. É um monumento que exalta a liberdade, democracia e 'Heróis da Pátria'. Tem forma de pomba e no seu interior encontram-se obras de arte de diferentes artistas.
 
Torre de Televisão um dos mais conhecidos símbolos da cidade. É uma torre de TV e rádio com 224 metros de altura, projetada por Lúcio Costa e é vistal de qualquer ponto da cidade, lá realiza-se a popular Feira de Artesanato da Torre.
 
Planetário projetado pelo arquiteto Sérgio Bernardes e sua estrutura se assemelha a um OVNI.
 
Ponte Juscelino Kubitschek, uma das mais belas do Mundo, foi inaugurada no ano de 2002 e é a terceira ponte construída na cidade para unir o lago Sul com o Plano Piloto.
 
Estação Ecológica Águas Emendadas área de conservação que se estende por mais de 10.000 hectares, considerada a reserva natural mais importante da região.
 
Jardim Botânico de Brasília, um dos maiores do Mundo. Se estende por mais de 500 hectares, Lá estão o Horto Medicinal, o Jardim de Cheiros, a Trilha Ecológica, um Anfiteatro e a Casa do Chá.
 
Parque da Cidade Sarah Kubitschek
Parque Nacional de Brasília
 
Lago do Paranoá, lago artificial feito na represa das águas do Rio Paraná e dos riachos Bananal, Torto, Gama, Vicente Pires e Fundo. conta com numerosos, bares e restaurantes.
 
Lagoa Bonita - Lagoa Mestre D'Armas no interior da Estação Ecológica Águas Emendadas e é a única lagoa natural de todo o Distrito Federal.
 
Cachoeira de Saia Velha há 35 Km do centro da cidade no Ribeirão Saia Velha tem belas piscinas naturais que se formam na sua queda.
 
Salto do Tororó, Uma cachoeira que tem 10 metros de altura, frequentada pelos amantes dos esportes radicais, especialmente do rapel.
 
Morro do Centenário, Patrimônio Histórico Nacional, está há 50 Km do Plano Piloto entre os rios Bartolomeu e Sobradinho. Conhecida por abrigar a Pedra Fundamental de  Brasília.
 
 
Palácio da Justiça – Ministério da Justiça
 
End: Esplanada dos Ministérios
Fones: 3218.3223/3224
Horário: De 2ª a 6ª, das 8h às 12h e das 14h às 18h
Descrição: Sede do Ministério da Justiça destaca-se
por sua fachada de lajes curvas entre arcos com cascatas
artificiais.
  
  
Palácio do Itamaraty
 
End: Esplanada dos Ministérios
Fone: 3411.6640
Horário: De 2ª a 6ª, das 15h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h
Descrição: Projeto de Oscar Niemeyer é a sede do Ministério das Relações Exteriores. À sua frente, sobre a água, está o "Meteoro" de mármore que representa os cinco continentes, obra de Bruno Giorgi. Possui jardins internos e salas com obras de arte.
  
  
Panteão da Pátria
 
End: Praça dos Três Poderes
Fone: 3325.6244
Horário: De 3ª a 6ª, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Descrição: Construído em memória do ex-Presidente Tancredo Neves e aos heróis da Pátria, sua forma sugere uma pomba. No "Salão Vermelho", um painel de Athos Bulcão, e no "Salão Principal", um painel histórico de João Câmara e vitral de Marianne Peretti. Projeto de Oscar Niemeyer.
  
  
Torre de Televisão
 
End.: Eixo Monumental Oeste
Fone: 3325.5735
Horário: 2ª, das 14h às18h, e de 3ª a domingo, das 8h às 18h (mirante)
Descrição: Projeto de Lúcio Costa, com 224 m de altura em aço.
Aos 25 m funciona o Museu Nacional de Gemas; aos
75 m, o mirante de onde se tem uma ampla vista de Brasília. À sua
frente encontra-se a escultura "Era espacial" de Alexandre
Wakenwit. Diariamente funciona a tradicional Feira dos Artesanatos, das 9 às 19h.
  
  
Palácio do Planalto
 
End.: Praça dos Três Poderes
Fones: 3411.1221/1355
Horário: Visitação externa, somente (escolas mediante agendamento antecipado).Visitação interna somente em ocasiões especiais.
Descrição: Inaugurado em 21/4/1960, abriga a sede do Poder Executivo, lugar de trabalho do Presidente da República. No primeiro andar estão as salas nobres de audiências e salões de banquetes; no segundo fica o gabinete do Presidente da República; e no terceiro, os gabinetes Civil e Militar. Seu acesso é feito pela famosa rampa. Apresenta troca de guarda a cada 2 horas e todas as sextas-feiras às 17h30, realiza-se a cerimônia de arriamento da bandeira com a presença de bandas e Dragões da Independência.
  
  
Palácio da Alvorada
 
End.: Setor de Hotéis e Turismo Norte
Fone: 3411.4000
Horário: Visitação externa, somente
Descrição: Localizado às margens do Lago Paranoá, é a residência
oficial do Presidente da República. Suas colunas são o símbolo da cidade, utilizado em seu brasão. Projeto de Oscar Niemayer inaugurado em 30/6/1958. Primeiro prédio de alvenaria de Brasília. À frente do Palácio existem duas esculturas: "As Laras", de Ceschiatti, e "O Rio dos Ritmos", de Maria Martins. Ao lado, uma capela com fachada de Athos Bulcão.
  
  
Palácio do Buriti
 
End.: Praça do Burit – Eixo Monumental Oeste
Fone: 3316.4111
Horário: Visitação externa, somente
Descrição: Projeto de Mauro Jorge Esteves, é sede do Governo do Distrito Federal e abriga o Gabinete do Governador e as Secretarias no edifício anexo. Foi inaugurado em 25/8/1969. Na frente do Palácio pode-se ver a réplica da Loba Romana, em bronze, doada ao Prefeito de Roma, e a escultura "Forma Espacial do Plano", de Ênio Liamini, doada pelo Presidente da Argentina à época, Jorge Rafael Videla.
  
  
Congresso Nacional
 
End.: Praça dos Três Poderes
Fone: Câmara – 3318.5107/ Senado: 3311.3344
Horário: Câmara – de 2ª a 6ª, das 9h30 às 12h e das 14h30 às 16h30; sábados e domingos, das 9h às 13h (de hora em hora)
Horário: Senado – de 2ª a 6ª, das 9h às 11h30 e das 15h30 às 16h30; sábados e domingos, das 10h às 14h (de hora em hora)
Descrição: Projetado por Oscar Niemayer é sede do Poder Legislativo. Os blocos em forma de H têm 28 andares e abrigam atividades administrativas. No seu interior, encontra-se vasto acervo cultural e paisagístico. Nas cúpulas se localizam os plenários, a convexa da Câmara dos Deputados e a côncava do Senado Federal. Possui sistema de som que abrange todo o conjunto e possibilita o acompanhamento dos debates realizados nos plenários. Seu acesso é pela rampa do Congresso. Ao redor do edifício principal encontram-se os anexos de cada Casa e o Prodasen.
  
  
Esplanada dos Ministérios
 
End.: Eixo Monumental
Descrição: Localizada no Eixo Monumental Leste, é um conjunto formado por 17 edifícios distribuídos harmoniosamente e com regularidade arquitetônica.
  
  
Teatro Nacional Cláudio Santoro
End.: Setor Cultural Norte, Via N2
Fone: 3325.6105/6107/6250 – 3325.6109
Horário: Diariamente das 9h às 21h
Descrição: Projeto de Oscar Niemayer, tem a forma de uma pirâmide irregular. A fachada é uma composição plástica de cubos e retângulos de autoria de Athos Bulcão. Abriga três salas de espetáculos – Martins Penna (437), Villa Lobos (1307) e Alberto Nepomuceno (95).
  
  
Superior Tribunal de Justiça
End.: Setor Administrativo Federal Sul, Q. 06, Lote 01
Fone: 3319.6479/3319.6798
Horário: De 2ª a 6ª, horário comercial, preferencialmente pela manhã. Para grupos, é necessário marcação prévia.
Descrição: Setor da Corte de Justiça, Conjunto Arquitetônico idealizado por Oscar Niemayer. Constituído por 6 edifícios. Prédio com alta e evoluída tecnologia. Com curvas sinuosas que dão uma visão mais moderna.
  
  
Quartel General do Exército
End.: Setor Militar Urbano
Fone: 3415.5151
Horário: 2ª a 6ª feira, das 9 as 17 horas . Quartel visitas agendadas.
Descrição: Projeto Arquitetônico de Oscar Niemayer e paisagístico de Burle Marx. É um conjunto de 10 edifícios, uma concha que simboliza o punho da espada de Duque de Caxias e o teatro Pedro Calmon.
  
  
Centro Poliesportivo Ayrton Senna
End.: Eixo Monumental
Fone: 3313.5900 (Secretaria de Esportes)
Horário: As quadras externas podem ser utilizadas a qualquer momento. Para os demais espaços, contatar a Secretaria de Esportes
Descrição: Localizada no Eixo Monumental Oeste é um dos mais bem equipados complexos arquitetônicos do País, com o Estádio Mané Garrincha, o Ginásio de Esportes Nilson Nélson, pistas de atletismo, o conjunto aquático Cláudio Coutinho, quadras polivalentes, pista de bicicross e o Autódromo Nélson Piquet.
  
  
Centro de Conveções Ulisses Guimarães
End.: SDC Eixo Monumental Oeste
Fone: 3321.3318
Descrição: Encontra-se fechado para reforma.
  
  
Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida
 
End.: Início da Esplanada dos Ministérios
Fone: 3224.4073
Horário: Diariamente, das 8h às 18h
Descrição: Projetada por Oscar Niemayer, foi inaugurada em
31/5/1970. Possui 40 m de altura com 16 arcos de concreto
armado circundados por um espelho d’água.
A cruz metálica de 12 m de altura no topo foi benzida pelo Papa Paulo VI, doador do altas. Na entrada, os quatro evangelistas: à direita, São João, a esquerda, São Mateus, São Lucas e São Marcos em bronze, medindo 3 m de altura, de Alfredo Cheschiatti. A entrada faz-se por uma área em declive de paredes negras tidas como zona de meditação. O interior é banhado por luz natural filtado pelos vitrais coloridos de Marianne Peretti e lá vê-se a "Anunciação a Maria", de Athos Bulcão, a "Via-Sacra", de Di Cavalcanti, "Os Anjos", de Alfredo Cheschiatti, a primeira réplica de "Pietá", de Michelângelo, feita de mármore e resina doada por Paulo Xavier, abaixo do Altar, réplica do Santo Sudário.