Maragogi - Al

<iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/5CSw2JK_1Jk" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
Maragogi fica no litoral norte de Alagoas, em plena Costa dos Corais, fascinante trecho do litoral nordestino entre Maceió (125 Km) e Recife (130Km).
Acesso por boas estradas a partir dessas duas importantes capitais do nordeste brasileiro, que são portões de entrada para o litoral norte de Alagoas e para o litoral sul de Pernambuco.
São cidades servidas por excelentes aeroportos.
As praias mais tranqüilas ficam nas vizinhanças, como a bucólica São Bento, 11 km ao sul, aldeia de pescadores que é cenário perfeito para quem procura paz e descanso. Também ao norte, até a divisa com o estado de Pernambuco, surgem diversas vilas e praias paradisíacas, sendo Ponta de Mangue a mais bonita.
O que faz de Maragogi o principal destino turístico de Alagoas depois da capital, no entanto, são as Galés, arrecifes de coral que, na maré baixa, formam piscinas naturais a aproximadamente 5 km da costa. 
 
Protegidas pela Área de Preservação Ambiental Costa dos Corais, maior unidade de conservação marinha do Brasil, as Galés fazem parte da segunda mais extensa barreira coralina do planeta, estendida ao longo de 135 km, desde Paripueira, em Alagoas, até Tamandaré, em Pernambuco.
 
O tráfego de turistas é controlado, para preservar a integridade deste verdadeiro paraíso, cuja água, além de boa temperatura, tem visibilidade impressionante, que permite observar uma incrível riqueza de flora e fauna, com mais de quinze espécies de peixes e dez de corais. 
 
Os visitantes são orientados a não tocar ou pisar nos corais, animais bastante suscetíveis, que morrem com extrema facilidade, e também a não comprar pedaços ou peças de artesanato produzidas com eles nas praias da região, o que além de expressamente proibido por lei, estimula a extração predatória.
Na maré baixa, a profundidade nas Galés varia de cinqüenta centímetros até seis metros. Em águas rasas, o uso de nadadeiras deve ser evitado. O ideal é realizar o mergulho munido apenas com máscara e snorkel, de preferência acompanhado por um instrutor, e levar de recordação somente o que puder ser registrado na memória e em filmadoras ou máquinas fotográficas. 
 
Os guias costumam levar ração adequada para atrair cardumes, como os de peixes-sargento, que têm o corpo amarelo com listras pretas, e estão acostumados a comer nas mãos dos turistas embasbacados.
 
Quem quiser ir mais fundo, deve manter os equipamentos de mergulho autônomo sempre junto do corpo e obedecer, de forma irrestrita, todas as orientações ministradas. Graças a esses cuidados, apesar do intenso trânsito imposto pelo turismo às Galés, os corais da região continuam relativamente bem preservados. (Dicas Brasil Azul)
 
Cenários como vilas de pescadores, fazendas com reservas e trilhas de mata atlântica, abundância de coqueirais, praias belíssimas de águas cristalinas, em destaque as praias de São Bento, Peroba, Burgalhau, Barra Grande e as galés, que ficam a 06 km da costa, formadas por recifes de corais são algumas das riquezas naturais do município.
 
Maragogi tem um dos ecossistemas mais importantes do Brasil, a diversificada fauna e flora de espécies marinhas são um paraíso para os olhos dos que são apaixonados por mergulhos.
 
Navegar pelos rios admirando os preservados manguezais, passear de Buggy por belas praias, praticar ecobike, tomar banhos de bicas, cachoeiras, são algumas das opções para quem procura contato com a natureza.
 
■ INFRA-ESTRUTURA 
A excelente infra-estrutura turística, vários hotéis, pousadas, hotéis fazenda, restaurantes, centros de artesanato e várias opções de lazer agregam a qualidade dos serviços do município.
 
- Visita de catamarã às Galés, famosas piscinas naturais de Maragogi, formadas por belíssima barreira de corais. Fazem este passeio Restaurante Frutos do mar/ Restaurante Corais do Maragogi 
- Praias: São Bento, Camacho, Maragogi, Burgalhau, Barra Grande, Antunes, Ponta de Mangue, Dourado e Peroba.
- São Bento, um antigo povoado onde as famílias dedicam-se à fabricação dos famosos
bolinhos de goma. 
- Trilhas na Mata Atlântica, passando por bicas, cachoeiras e um frondoso visgueiro
com mais de 100 anos. 
- Navegar o Rio Maragogi e explorar em caiaque preservados manguezais.
- Engenho Verde
- Engenho Marrecas
- Japaratinga, visitando belas praias e as bicas das Barreiras do Boqueirão. 
- Porto de Pedras, visitando o farol, no lugar onde Pedro II acampou em suas andanças
pela região. 
- Passeios ecológicos de bicicleta organizados pela Ecobike
- São José da Coroa Grande, em Pernambuco, munícipio vizinho, onde se pode visitar
o Museu do Una, na vila de Várzea do Una, referência em cultura e meio ambiente na região.
- São Miguel dos Milagres, município alagoano ao sul de Maragogi, com natureza quase intocada.