Recife - Pe

<iframe width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/gDIEQ3u4CRw" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
<iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/acNtcuRsFcI" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
 
 
A maior capital do Nordeste, a Veneza Brasileira. Em Recife você vai encontrar belezas inigualáveis na natureza, praias exóticas, lindas paisagens, um povo super receptivo e ao mesmo tempo a estrutura de uma grande metrópole que tem o maior Shopping da América Latina, todos os tipos de culinárias do mundo e uma vida noturna super agitada . Venha viver suas férias no paraíso !!! 
 
CITY TOUR( 55 Km ) : Passeio de meio dia visitando os principais pontos turísticos de Recife e Olinda, passando por Boa Viagem, uma das praias mais conhecidas do litoral pernambucano protegida por arrecifes , formando piscinas e baias próprias para o banho . Veremos também o Recife Antigo, Casa da Cultura, um antigo presídio que hoje é um centro de compras de artesanatos e produtos locais ... Iremos a Olinda e do Alto da Sé teremos a vista mais bonita de Olinda e parte de Recife . 
 
Bairro do Recife Antigo : Durante o dia é um roteiro histórico e cultural espetacular, reunindo o marco zero da cidade, o Forte do Brum, Palácio do Campo das Princesas ( sede do Governo ),o casario antigo, muitas igrejas seculares e museus . À noite, a região da Rua do Bom Jesus do Apolo e Praça Artesanal da Marinha, transforma-se num polo de diversão e entretenimento com bares, restaurantes e espaços culturais instalados no casario antigo restaurado . Será a melhor noite da sua vida !!! 
 
Museu do Homem do Nordeste : Museu antropológico expondo a arte popular e utensílios da região, além da cultura do açúcar e do Nordeste . 
 
Casa da Cultura : Prédio Construído em meados do século XlX para ser utilizado como casa de detenção . ( Compras ) 
 
Olinda : Cidade próxima e ao norte de Recife, oficializada pela UNESCO como "Patrimônio Histórico da Humanidade ", com casario antigo, igrejas, conventos seculares, mercados, galerias e oficinas de arte . 
 
Polo Pina : Programa noturno : Bares, restaurantes e eventos culturais . Apresentações de músicas de vários estilos . 
Alto da Sé : Entre o casario antigo e monumentos históricos do bairro , a noite é movimentada nos bares populares , com animação em altas doses . Às sextas feiras , na praça de São Pedro, Carmo, acontece a concentração para a Serenata de Olinda que percorre as ruas e ladeiras históricas da cidade ao som de cantorias acompanhadas de violões e violinos . Lá também é imperdivel a tapioca com queijo, preparada na hora por folclóricas tapioqueiras . 
 
Ilha de Itamaracá ( 35 Km ) : Cercada por canais, mar exuberante e manguezais a Ilha de Itamaracá é indicada pára passeios de barcos, jangadas, catamarãs e ultra leves em locais de grande valor e beleza ecológica . Suas praias, com destaque para o Forte Orange, junto a Coroa do Avião , formam um expressivo polo turístico onde o lazer se une ao prazer gastronômico dos excelentes frutos do mar servidos nos inúmeros bares e restaurantes populares da ilha, que ainda conta com histórico Forte Orange, Igrejas e monumentos antigos, artesanato, frutas tropicais, e rico folclore . 
 
Porto de Galinhas : Praia localizada ao Sul de Recife , tem uma excelente rede de hotéis e pousadas, comida típica e também internacional . A praia é lindíssima , de águas quentes e límpidas. Em Porto de Galinhas se tem a excelente oportunidade de conviver com o povo e curtir os dias mais sossegados da sua vida . 
Tamandaré ( 110 Km ) : O Conjunto de Praias do município de Tamandaré ( Carneiros, Campos e Perua ) destacam-se pela limpeza e calmas de suas águas verdes e límpidas, muito utilizadas para passeios de barco, e tranqüilidade da região, que oferecem exuberantes recantos naturais indicados para caminhadas ecológicas , como a reserva florestal de Saltinhos, além da cachoeira Brulha D água . Há ainda os "pocinhos" ( piscinas naturais ) , rios e manguezais que recebem muitas excursões de barco e jangadas. 
 
São José da Coroa Grande ( 120 Km ) : O município de São José da Coroa Grande teve seu nome inspirado nas coroas de sua costa marítima, bancos de areia e pedra que emergem do mar na maré baixa formando deliciosas piscinas naturais .Suas praias se caracterizam pelas suas águas mornas, areias claras e cercadas por coqueirais, muito utilizada para pesca e passeios de barco e jangadas , inclusive até a bela praia de Várzea do Una , também pertencente ao município . Conta com diversos bares e restaurantes especializados em frutos do mar . 
 
Maria Farinha : Juntamente com a Praia do Janga, Nova Cruz e a Ilha de Itamaracá , Maria Farinha reúne o maio centro de esportes náuticos e lazer do Nordeste, com a prática de Jet Ski, vôos de Ultra Leve e passeios de Lanchas e Catamarãs . A beleza do lugar é valorizada pelo canal de Maria Farinha e do encontro do Rio com o Mar, marinas para atracação de barcos, mangues e rica fauna e a Praia de Nova Cruz, do outro lado do rio. 
Coroa do Avião : Enorme Banco de areia que cresce na maré baixa, apresentando uma praia de extensa faixa de areia branquíssima . É área de pouso de aves migratórias e bastante procurada para atrações de diversos tipos de barcos e recreio . 
 
O litoral de Pernambuco, com 187 km de extensão, é um dos mais belos do país, possuindo desde praias urbanas a paraísos quase intocados. De norte a sul, turistas e pernambucanos encontram uma terra rica em belezas naturais com sol o ano inteiro. 
 
No litoral sul, onde concentram-se os resorts, o turista pode praticar mergulho, pesca submarina e surf, ou passear de catamarã ou jangada pelo mar ou pelos rios, em meio aos manguezais. 
 
No litoral norte, maior pólo de esportes náuticos e de lazer do Estado, estão localizadas várias marinas, um parque aquático, pousadas e restaurantes. 
 
Além disso, o estado possui o arquipélago de Fernando de Noronha, considerado pela Unesco, Patrimônio Natural da Humanidade. A ilha, distante a 545 km do Recife, é composta por 16 praias de areia branca e água cristalina e sua extensão é de 17 Km2 .O Parque Nacional Marinho, criado em 1988, protege esse pequeno paraíso, preservando a flora, a fauna e demais recursos naturais, proporcionando aos visitantes oportunidades controladas para visitação, lazer, educação ambiental e pesquisa científica. 
 
ARQUIPÉLAGO DE FERNANDO DE NORONHA 
Serviços 
 
Localização: Nordeste do Brasil, no limite do mar territorial sobre a dorsal mediana do Atlântico, uma cadeia de montanhas submersas, quatro graus abaixo da linha do Equador, localizando-se nas coordenadas 3o 54 
Vias de acesso: Pelo ar, dois vôos diários do Recife e dois de Natal. Pelo mar, cruzeiros à bordo de navios que visitam Noronha de outubro a fevereiro. 
Distância da capital: 545 Km 
Área: 26 Km2 
População: 2051 
Temperatura média anual: 27 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Março a Maio 
Principal atividade econômica: Turismo 
Atrativos turísticos: Turismo de aventura / Praias / Festas populares / Ecoturismo / Artesanato 
 
Potencialidades turísticas 
 
A 50 minutos do Recife (via aérea), está localizado o Arquipélago de Fernando de Noronha, topo de uma grandiosa montanha submarina de origem vulcânica, cujo ponto culminante coroa o mais consagrado dos seus marcos: o Morro do Pico. 
 
Noronha é formado por 21 ilhas, distribuídas numa área total de 26 Km2, dos quais 17Km2 estão ocupados pela ilha principal, único reduto povoado do Arquipélago. Habitat de espécies raras no Planeta, área de preservação ambiental rigorosa, marco zero de poluição mundial, Noronha é, antes de tudo, um cenário de muito verde, muito azul, sol e vida. 
 
Vocacionado para o turismo ecológico e de aventura, é na natureza que exibe seus principais atrativos. São praias de águas cristalinas, de diferentes paisagens e até de louváveis missões, como a Praia do Leão, ponto de desova das tartarugas marinhas. São falésias, enseadas e baías - como a dos Golfinhos, local de reprodução, cria e descanso dos golfinhos rotadores. São ilhas, morros, pontas, rochedos, grutas, cachoeiras, mirantes, corais, áreas próprias para o mergulho submarino, açudes e trilhas. É o mangue situado na Baía do Sueste - o único existente nas ilhas oceânicas do Atlântico Sul. 
 
A todo esse inestimável patrimônio, unem-se um interessante acervo de monumentos históricos; os eventos esportivos, populares e folclóricos ((que vão desde a festa da padroeira Nossa Senhora dos Remédios ao Campeonato de Pesca Oceânica); a culinária à base de frutos do mar, incluindo pratos considerados afrodisíacos, como o "pirão de Piraúna"; o artesanato; os trabalhos dos artistas plásticos residentes no Arquipélago - e até as histórias e crenças dos nativos. 
 
A Ilha de Fernando de Noronha dispõe de aeroporto, porto, hotel, pousadas, oferta de equipamentos náuticos, empresas de mergulho, locadoras de automóveis, bares, restaurantes, locais de diversão noturna e outros serviços ligados à infra-estrutura turística receptiva 
 
 
Endereços e telefones: 
 
 
 
 
 
CABO DE SANTO AGOSTINHO 
 
 
Serviços 
 
Localização: Mesorregião Metropolitana do Recife. Microrregião Suape 
Vias de acesso: PE 08, BR 101 SUL 
Distância da capital: 34 Km 
Área: 448,4 Km2 
População: 152836 
Temperatura média anual: 28 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Maio a Julho 
Principal atividade econômica: Indústria 
Atrativos turísticos: Turismo histórico / Praias / Ecoturismo 
 
Potencialidades turísticas 
 
É o principal distrito industrial do Estado e nele está instalado um dos mais importantes complexos industriais e portuários do País, inclusive por sua localização estratégica: o de Suape. Seu patrimônio histórico é significativo, sendo representado por velhos engenhos, a exemplo do Massangana; edificações religiosas e fortes - alguns já em ruínas. A importância turística do município é acrescida por reservas ecológicas, manguezais e por um litoral de belíssimas praias, propícias aos esportes náuticos. Dentre elas, destacam-se as de Gaibu, Calhetas e Paraíso - complementadas em beleza pelo Cabo de Santo Agostinho, com monumentos históricos e mirantes inesquecíveis. Outros locais de interesse do visitante são a Usina Bom Jesus, construída em 1890 (moagem no período de outubro a março); o mirante da Pedra da Pimenta (no distrito de Jussaral); a Ilha do Francês; a Cachoeira do Gurjaú e a Reserva Biológica de Mangues e Restingas (Engenho Ilha). No referente às manifestações culturais e populares, o Cabo de Santo Agostinho apresenta um artesanato diversificado, onde se destacam as peças em cerâmica. Na culinária, imperam os frutos do mar, sendo deliciosamente aproveitados até os ouriços, com os quais é feita a "ouriçada", motivo, inclusive, de festa popular realizada pelos pescadores do Município. Dentre os eventos realizados, interessante conhecer a Festa da Lavadeira (1º de Maio); a já referida Ouriçada (dia 13 de dezembro) e as festas do Bom Jesus dos Passos (fevereiro) e de Santo Agostinho (agosto), comemoradas na histórica Vila de Nazaré. O Cabo de Santo Agostinho tem diversos hotéis, inclusive resort de cadeia internacional, bares, restaurantes, marinas e outros equipamentos e serviços de infra-estrutura turística receptiva. 
 
 
ILHA DE ITAMARACÁ 
 
 
Serviços 
 
Localização: Mesorregião Metropolitana do Recife. Microrregião Itamaracá 
Vias de acesso: BR 101 Norte , PE 35 
Distância da capital: 50 Km 
Área: 65.4 Km2 
População: 15854 
Temperatura média anual: 26 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Junho e Julho 
 
Potencialidades turísticas 
 
A Ilha de Itamaracá reserva muitos atrativos e boas surpresas ao visitante. Já ao atravessar a Ponte Getúlio Vargas, que liga a Ilha ao continente, o deslumbramento da paisagem oferecida pelo Canal de Santa Cruz, com sua quase infinita área de manguezais e a visão distante de trechos da Mata Atlântica. Sendo uma das localidades históricas do Estado, em Itamaracá é imperdível conhecer Vila Velha, a antiga sede da Capitania, com sua graciosa igreja dedicada à Nossa Senhora da Conceição, um singelo casario, mirantes de horizonte sem fim, pequenos bares e restaurante de categoria internacional. Ou o Forte Orange, primitiva construção holandesa reconstruída em pedra e cal pelos portugueses no ano de 1654. A localização do Forte é privilegiada: à beira-mar, em frente à Coroa do Avião - um belíssimo e grandioso banco de areia ( base de pesquisas de aves migratórias ) - e tendo em seu entorno bares populares, além da oferta de equipamentos e serviços para a prática do lazer náutico. A história pernambucana também se faz presente no Engenho São João, antigo engenho banguê onde residiu o abolicionista e Conselheiro João Alfredo; e no Engenho Amparo, com suas construções já em ruínas e uma misteriosa e bela alameda formada por espécies vegetais da Mata Atlântica. Outros locais de grande significado turístico são as praias (com especial destaque para a Enseada dos Golfinhos, o Pontal do Jaguaribe e para a Praia do Sossego); os mirantes do Pontal do Jaguaribe e da Vila Velha e o Centro de Preservação e Manejo de Sirênios (Parque do Peixe Boi Marinho). São diversas as manifestações culturais populares do Município. Seu folclore é famoso pelas Cirandas de Lia; seu artesanato é diversificado, com trabalhos em chifre e osso, em madeira, em conchas, em resina e em quenga de coco. 
 
 
OLINDA 
 
 
Serviços 
 
Localização: Mesorregião Metropolitana do Recife. Microrregião do Recife 
Vias de acesso: PE 01 
Distância da capital: 07 Km 
Área: 38,1 Km2 
População: 368643 (Censo de 2000) 
Temperatura média anual: 25 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Maio e Junho 
Principal atividade econômica: Turismo e Comércio 
Atrativos turísticos: Turismo histórico / Praias / Festas populares / Artesanato 
 
Potencialidades turísticas 
 
Um casario antigo, igrejas e conventos pioneiros no Brasil, belíssimos mirantes. Assim é Olinda, primeira capital de Pernambuco e berço da cultura brasileira, consagrada pela UNESCO "Cidade Patrimônio Mundial". 
 
Todo o seu Sítio Histórico deve ser visto, mas alguns locais têm visitação obrigatória, como o Conjunto Franciscano, o primeiro da Ordem instalado no Brasil; o Seminário/ Igreja de Nossa Senhora da Graça; o Alto da Sé, com seus monumentos, a Igreja de São Salvador do Mundo, o Museu de Arte Sacra, a venda de artesanato e a mostra da culinária regional (imperdível provar uma tapioca com queijo); a Igreja da Misericórdia; o Largo / Rua do Amparo (igrejas, sobrados, museus, ateliers de artistas plásticos, oficinas de artesanato, o Espaço Tiridá (Museu do Mamulengo) e a Oficina de Sílvio Botelho - com acervo de bonecos gigantes; o Museu de Arte Contemporânea, instalado em prédio onde funcionou uma cadeia eclesiástica; os mercados da Ribeira e do Varadouro (locais de venda de artesanato, de exposições de arte e de espetáculos); os Passos - capelinhas que representam a Via Sacra; o Mosteiro de São Bento cujo altar-mor foi restaurado e exposto no Museu Guggenheim, de Nova York, apresenta nos finais de tarde cantos gregorianos. 
 
No referente a eventos, Olinda apresenta o mais autêntico carnaval pernambucano, rico em manifestações folclóricas e populares. São bonecos gigantes, clubes de frevo, caboclos de lança, bois, ursos, mascarados, "cloves", maracatus, grupos de afoxé - e, sobretudo, muita gente alegre, a subir e descer ladeiras ao som dos mais diversos ritmos e cadências. "Arte em toda parte" é outro evento que tem destaque no município - ateliês e espaços públicos do sítio histórico ficam abertos para visitação no mês de dezembro. 
 
Em Olinda estão localizados o Centro de Convenções de Pernambuco, um dos maiores e mais modernos do País; o Mirabilândia (parque de diversões); o Espaço Ciência, localizado no Parque Arcoverde que tem como objetivo a divulgação científica e o apoio ao ensino de ciências; bons hotéis e pousadas de charme, restaurantes, bares e outros serviços e equipamentos da infra-estrutura turística receptiva. 
 
PORTO DE GALINHAS (Ipojuca) 
Serviços 
 
Localização: Mesorregião Metropolitana do Recife. Microrregião Suape 
Vias de acesso: BR 101 , PE 60 , PE 08 
Distância da capital: 51 Km 
Área: 514,8 Km2 
População: 59230 
Temperatura média anual: 24 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Maio / Junho 
Principal atividade econômica: Agricultura e Turismo 
Atrativos turísticos: Turismo de aventura / Praias / Ecoturismo 
 
Potencialidades turísticas 
 
Destaca-se por suas praias de belas e diferentes paisagens, com trechos em mar aberto e outros protegidos pelos arrecifes, favorecendo os mais diversos tipos de esportes náuticos. Dentre elas, está Porto de Galinhas, o maior pólo turístico do litoral Sul de Pernambuco. 
 
Complementam os atrativos do Município as áreas de manguezais; as ilhas do Francês e de Tatuoca; cachoeiras; o Parque Natural Estadual de Suape; o neck vulcânico (chaminé de um antigo vulcão extinto, localizado a leste da Usina Ipojuca, com altura aproximada de 30 metros); a Furna dos Holandeses (Engenho Maranhão); os antigos engenhos, como o Gaipió, com casa-grande e capela do séc. XIX, ou o Canoas - único da Zona da Mata que ainda fabrica mel e rapadura (no período de setembro a março); as usinas Salgado e Ipojuca; e o belo Convento / Igreja de Santo Cristo (séc. XVII), local de romarias e depositório de ex-votos. 
 
Na culinária, Porto de Galinhas esmera-se no preparo de pratos à base de frutos do mar, sendo também famosos seus doces e geléias de frutas regionais e as passas de caju. Dentre as mais expressivas festas do município estão a de Santo Cristo de Ipojuca (em dezembro/ janeiro); as Botadas das Usinas, quando é comemorada a primeira moagem do ano (em setembro). 
 
Porto de Galinhas dispõe de bons hotéis e de excelentes resorts, aconchegantes pousadas, bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de artesanato, centro de convenções, agência de viagem e turismo, locadoras de ultra-leve e de bugre, oportunidades para o aluguel de equipamentos relativos ao lazer naútico e diversos outros equipamentos e serviços turísticos.
 
 
 
RECIFE (Capital do Estado) 
 
 
Serviços 
 
Localização: Mesorregião Metropolitana do Recife. Microrregião Recife 
Distância da capital: 0 Km 
Área: 218,7 Km2 
População: 1.422.905 
Temperatura média anual: 25 o C 
Meses de maior incidência de chuva: Maio a Julho 
Principal atividade econômica: Comércio e Serviços 
Atrativos turísticos: Turismo histórico / Praias / Festas populares 
 
Potencialidades turísticas 
 
Capital do Estado, maior centro cultural, de serviços, de saúde e de lazer do Nordeste, além de terceiro pólo gastronômico do País, o Recife é portão de entrada brasileiro. Cortada por rios e banhada pelo mar, o Recife é uma cidade de contrastes, onde o antigo, legado português ao tempo do Brasil Colonial, une-se às modernas construções. E o Recife tem tudo, a começar por uma eficiente infra-estrutura receptiva, com hotéis, restaurantes, centros de animação noturna, aeroporto internacional, porto, terminal marítimo de passageiros, terminal rodoviário integrado, shoppings centers e uma série de outros equipamentos e serviços. 
 
Na divisa do Recife com Olinda está o Centro de Convenções de Pernambuco, um dos maiores e mais modernos do País. Dentre os pontos de interesse turístico, o Recife oferece a Praia de Boa Viagem; o Bairro do Recife, com belos sobrados e o melhor em animação noturna, onde se encontra, também, o Centro Cultural Judaico de Pernambuco no prédio restaurado onde se instalou a primeira sinagoga das Américas; a Capela Dourada; a Casa da Cultura, centro de vendas do artesanato da região; o conjunto arquitetônico da Praça da República; a Concatedral de São Pedro dos Clérigos, dominando imponentemente o Pátio de mesmo nome, revitalizado como centro turístico e comercial; a Rua da Aurora, com seus casarões refletidos no Rio Capibaribe; o Museu do Homem do Nordeste; o Museu - Oficina Cerâmica Francisco Brennand - que integra natureza e obras do artista, um dos expoentes das artes plásticas brasileiras - e as tapeçarias; o Instituto Ricardo Brennand, no Engenho São João, bairro da Várzea, inaugurado com a exposição dos quadros de Albert Eckout, pintor e naturalista da comitiva de Maurício de Nassau. 
 
O calendário de eventos é amplo e diversificado. Começa saudando o Ano Novo na Praia de Boa Viagem; ganha as cores do frevo no Carnaval - explodindo em alegria e folclore nos diversos focos de animação; integra o clima religioso da Semana Santa, com a encenação do Drama da Paixão de Cristo que faz parte do Programa Pernambuco das Paixões; dança o forró em vários pólos de animação durante o período junino; vive a alegria jovem no Recifolia (carnaval fora de época) e por aí vai. Porque, no Recife, as festas acontecem quase todos os dias ... e brilham em quase todas as noites.