São Luis - Ma

<iframe width="420" height="315" src="//www.youtube.com/embed/07yjd46piaw" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
<iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/20wL-RhhMY4" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>
 
Localizado entre as regiões Norte e Nordeste, o Maranhão tem o privilégio de possuir, devido a exuberante mistura de aspectos da geografia, a maior diversidade de ecossistemas de todo o País. São 640 quilômetros de extensão de praias tropicais, floresta Amazônica, cerrados, mangues, delta em mar aberto e o único deserto do mundo com milhares de lagoas de águas cristalinas compondo um Estado que está sendo descoberto e apreciado no mundo inteiro.
        Essa diversidade está organizada em cinco pólos turísticos, cada um com seus atrativos naturais, culturais e arquitetônicos, muitos ainda por serem descobertos.
 
 
O Pólo São Luís abrange os municípios que compõem a Ilha,a capital São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar eRaposa, e a cidade Monumento de Alcântara. 
        São Luís foi fundada em 1612 por franceses, invadida por holandeses, mas totalmente construída pelos portugueses. Seu famoso conjunto arquitetônico, do Centro Histórico, com cerca de 5 mil imóveis datados dos séculos XVII e XIX, remetem qualquer pessoa a um passado de muita riqueza, onde barões e prósperos comerciantes acumularam fortunas. Tombado em 1997 como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o acervo colonial, abriga, atualmente, lojas, cinemas, museus, teatros, bares, restaurantes e hotéis.
        Se a opção é a natureza, basta lembrar que São Luís está localizada numa ilha, cercada de belas praias. Ponta D’Areia, Calhau, Olho D’Água e Araçagy são algumas opções.
 
 
O clima do Maranhão se caracteriza por duas estações distintas: as chuvas caem no primeiro semestre, ao passo quea partir de julho o sol brilha todos os dias.
A temporada do bumba-meu-boi começa no fim de maio, com os ensaios — e tem seu auge em junho, quando São Luís é tomada pelos festejos.
 
Já em Alcântara a grande celebração de rua é a Festa do Divino, que acontece quarenta dias depois da Páscoa.
 
A melhor época para ir aos Lençóis Maranhenses vai de junho a meados de setembro, quando o tempo está firme e mais lagoas estão cheias.
 
No primeiro semestre chove muito (e é preciso sol alto e forte para admirar as cores das lagoas). A partir de outubro, muitas lagoas ficam vazias.
 
São Luís é servida por vôos diretos de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Teresina e Belém.
De São Luís a Barreirinhas, a “capital” dos Lençóis Maranhenses, são 280 km. Ônibus da viação Cisne Branco fazem o percurso em 4 horas. Várias agências de São Luís oferecem traslado.
 
Para ir a Santo Amaro do Maranhão é preciso pegar o jipe de linha na localidade deSangue. Atins e Caburé têm acesso por voadeira pelo rio Preguiças.
 
Prosseguir pelo litoral ao Deltasó é possível por 4×4 pela areia. Os traslados podem ser arranjados em Barreirinhas (a saída é de Caburé).
 
Fortaleza está a 880 km de São Luís; Teresina, a 430 km; Belém, a 800 km.
 
Infelizmente o centro histórico já está decrépito de novo, precisando de outra restauração. O lugar vale sobretudo pelos casarões transformados em centros culturais.
 
A Casa do Maranhão desvenda o universo do bumba-meu-boi; aCasa da Festa joga uma luz sobre o tambor-de-mina; a Casa de Nhozinho exibe arte popular. O Teatro Arthur Azevedo e o Convento das Mercês oferecem visitas guiadas. Encerre seu passeio no mercado da Casa das Tulhas, o melhor lugar para comprar lembranças.
 
O trecho mais bem freqüentado da praia é São Marcos, que fica entre Ponta de Areia e o Calhau.
 
Passe um dia em Alcântara.
 
Aos Lençóis Maranhenses, vá sem pressa: você vai precisar de quatro dias para ver o essencial.
 
Fonte: Viaje na Viagem.
 
 
Passeios em São Luís:
 
CITY TOUR EM SÃO LUÍS ( 4 horas )
 
São Luís, uma agradável Ilha, rodeada de histórias, lendas, festas, culturas e ritmos, foi descoberta por Franceses em 1612, invadida por Holandeses e colonizada por Portugueses em 1615. Graças a um minucioso processo de restauração e revitalização do Centro Histórico, em 1997 São Luís foi reconhecida pela UNESCO como "Patrimônio da Humanidade". O “PROJETO REVIVER” como foi chamado, é um dos principais pontos turísticos da cidade, lá vamos viver um passeio cultural nos tempos do Brasil Colônia, poderemos constatar o altíssimo grau de conservação dos becos, ruas de paralelepípedos, calçadas e escadarias feitas em pedras de cantaria, igrejas com mais de 300 anos, conjuntos de casarões e sobrados com suas fachadas revestidas por azulejos portugueses do séc. XVIII e XIX. Indo para a parte nova da cidade veremos a LAGOA DA JANSEN. Construída há pouco tempo é um agradável local para visitação, onde a população costuma caminhar, praticar esportes e a noite desfrutar de bares e restaurantes. Passaremos também pela Av. LITORÂNEA, um dos cartões postais de São Luís. Recém reformada esta avenida contorna várias praias da cidade; formada por diversos bares e restaurantes onde poderemos nos deliciar em sua riquíssima culinária e saborear alguns pratos típicos como: arroz de cuxá, arroz de marisco, caranguejo no tock-tock, peixada, camaroada ao leite de coco... (alimentação não inclusa).
 
Alcântara (6 horas)
 
Com saídas pela manhã, alternadas de acordo com o horário da maré, grandesembarcações (com capacidade de 120 passageiros) levam aproximadamente uma hora até a cidade Histórica de Alcântara. Construída no séc. XVII foi, tombada em 1948 pelo Patrimônio Nacional como "Cidade-Monumento". Distante apenas 22Km de São Luís e localizada do outro lado da baía de SãoMarcos, Alcântara no passado era sede da aristocracia rural na época dos engenhos de açúcar, extração de sal, cultivo de arroz e algodão (por escravos), cuja produção era levada até São Luís de barco. Esta cidade parece que parou no tempo onde faremos caminhadas pelas tranqüilas ruas feitas de pedras, veremos o belo e valioso conjunto arquitetônico do largo (praça principal) onde se localizam as ruínas da Igreja Matriz, a antiga cadeia e o pelourinho (local onde amarravam os escravos), andando por ladeiras, becos e praças. Vamos ver diversos prédios e ruínas que retratam a história de uma das mais importantes cidades brasileiras na época da colonização portuguesa. A dez quilômetros desta pequena cidade histórica, projetos de alta tecnologia são desenvolvidos no maior Centro de lançamento de foguetes da América Latina. Alcântara ainda é cercada de belas paisagens, praias desertas, rios, ilhas, igarapés e manguezais onde com sorte poderemos avistar o Guará, uma bela ave típica da região de plumagem vermelha, que se alimenta dos crustáceos
 
São José de Ribamar e Raposa (5 horas)
 
A praia da RAPOSA é formada por uma colônia de pescadores e artesãos, lá teremos oportunidade de apreciar a confecção dos artesanatos e ver como são comercializados os peixes da região. Estaremos conhecendo também a cidade de São José de Ribamar localizada em uma península. Este balneário é umgrande atrativo religioso onde avisitação da Basílica, o monumento ao Santo padroeiro, a gruta de nossa Senhora de Lourdes e o museu dos ex-votos são os principais destaques deste roteiro não esquecendo dos restaurantes existentes à beira mar que servem uma excelente caldeirada de camarão ou um saboroso peixe pedra (alimentação não inclusa).
 
Sobrevôo em São Luís
 
Saindo de São Luís para Barreirinhas ou Barreirinhas para São Luís: Ás segundas, quartas e sextas-feiras pela manhã, saem vôos regulares (consulte disponibilidade de vagas), aviões Minuano Monomotores, fazem este traslado (com sobrevôo junto) em uma inesquecível e fantástica visão aérea de todo o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, daí descobriremos a origem do nome. Realmente quando sobrevoamos os Lençóis as dunas e lagoas espalham-se sutilmente parecendo um gigantesco lençol (ideal para fotos), também teremos uma visão global dos locais e passeios terrestres que serão feitos.
Saindo de Barreirinhas: Com saídas diárias e a qualquer hora podemos ter uma inesquecível e fantástica visão aérea de todo o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, daí descobriremos a origem do nome. Realmente quando sobrevoamos os Lençóis as dunas e lagoas espalham-se sutilmente parecendo um gigantesco lençol (ideal para fotos), também veremos os locais e passeios terrestres feitos. Vale à pena ressaltar que este passeio tem que ser agendado e só sai quando conseguir 05 passageiros para lotar a capacidade do avião ou você terá que comprar os 05lugares.
 
 
Bumba-meu-reggae | Ricardo Freire
 
Misture Nordeste com Amazônia, França com Portugal, bumba-meu-boi com reggae, guaraná com Jesus, e o resultado será uma cidade absolutamente singular.
 
Fundada por conquistadores franceses, São Luís foi logo reconquistada por portugueses, que deixaram seu legado nos casarões de fachadas de azulejo do centro. A cultura africana é tão arraigada quanto a da Bahia; o candomblé é chamado tambor-de-mina. O reggae caiu no gosto do maranhense, com músicas cantadas em “embromation” e dançadas de corpo colado, como no forró. Até o guaraná é original: cor-de-rosa e com forte gosto de canela, atende pelo nome de Jesus.
 
Continue aos Lençóis Maranhenses e você encontrará outra mistura única: dunas intermináveis, pontilhadas por lagoas cristalinas e cercadas por vegetação amazônica.