Curso de Agente de Viagens Online

Vancouver

Foto de Victoria

De uma região habitada por povos indígenas, com densas florestas e litoral montanhoso à um dos maiores centros culturais e comerciais do Canadá, a cidade de Vancouver manteve sua beleza natural adaptando-se ao constante desenvolvimento.

Quando o capitão britânico James Cook atracou lá em 1778, os povos nativos de Nootka Sound confundiram a ele e sua tripulação, que estavam vestidos em trapos, por estranhos pescadores de salmão. Isso não foi sem razão, os primeiros povos viveram isolados por milhares de anos e sua cultura foi totalmente modificada quando os exploradores chegaram e reivindicaram posse destas terras.

Em junho de 1792, o capitão inglês George Vancouver conduzindo seu navio H.M.S. Discovery, e o explorador espanhol Dionisio Alcala Galiano chegaram à região e a mapearam. Embora os ingleses controlavam a área, o comércio teve início somente em 1808. O comércio de pele, seguido pela corrida do ouro, alteraria para sempre a região.

Em 1858, foi descoberto ouro no rio Fraser e, dentro de semanas, quase 30.000 americanos tinham se mudado para a região à sua procura. Temendo que os americanos tomassem posse da cidade, os Ingleses declararam a área uma colônia britânica, mantendo desse modo a prosperidade sob seu controle. Em 1859, New Westminster (chamada uma vez Sapperton porque os pioneiros britânicos foram lá encontrados) foi incorporada e declarada a capital da província.

Enquanto isso, um senhor bem falante chamado John Deighton chegou a orla de Burrard e iniciou o desenvolvimento da região. A vila que fundou foi nomeada Gastown eventualmente em sua homenagem, nome que deriva de seu apelido de tagarela: “Jack Gassy” (Jack Fanfarrão). Deighton abriu um bar bem sucedido, servindo a centenas de trabalhadores e de construtores da cidade. Gastown começou a deslanchar comercialmente, com suas pequenas lojas e seus prestadores de serviços. Deighton era mais do que apenas um notório proprietário de bar. Alguns historiadores o consideram o pai fundador de Vancouver, pois ele teve fé no potencial da região antes de qualquer um o fizesse.

Enquanto a população crescia, os povos mudavam-se para áreas conhecidas hoje como Burnaby e Delta. O Canadá confederado em 1867 e os efeitos arrebatadores desta mudança foram sentidos quase imediatamente em Vancouver. Um dos momentos marcantes na história da cidade foi a extensão da estrada de ferro Canadian Pacific Railway em 1884. A estrada cortava todo o país e trazia milhares de povos à região para fazer negócio e estabelecer-se. O desenvolvimento rápido começou e a população cresceu de 400 para 13.000 em quatro anos.

Em 1886, a cidade de Vancouver foi incorporada oficialmente e dois meses mais tarde, um grande incêndio destruiu totalmente o centro da cidade em apenas 20 minutos. Neste mesmo dia, após que fumaça ter abaixado e com alguns edifícios sobrando em pé os cidadãos de Vancouver iniciaram a reconstrução da cidade. Edifícios erigidos naquele o ano ainda estão de pé hoje. Uma das mudanças mais significativas trazidas pelo fogo foi a transformação da reserva militar da cidade no agora famoso parque Stanley Park, o oásis da cidade.

Esta cidade cosmopolita tem uma história breve, mas emocionante. Muitos eventos estranhos e maravilhosos deram forma à sua personalidade urbana, tornando-a a terceira maior cidade do país, conhecida internacionalmente como um dos mais melhores lugares no mundo para se viver e visitar.

Sobre a Cidade:

Atrações:

Parques & Trilhas:

Música & Danças

Museus:

Galerias de Arte: