15 Boas Práticas Antispam para o Template de Email Marketing

02/04/2014 18:59

15 Boas Práticas Antispam para o Template de Email Marketing

Você pode otimizar sua mensagem de email marketing para testes antispam antes mesmo de realizar um. Existem algumas práticas que, se adotadas durante o desenvolvimento do email marketing, podem minimizar as chances dos servidores de email a classificarem como spam no momento da entrega:

  1. Na criação da arte do e-mail marketing, preveja espaços de texto com formatação em fontes de sistema e com preenchimento em cores sólidas, para que você possa reproduzi-los no HTML sem utilizar imagens.
  2. Evite e-mails compostos apenas por imagens.
  3. Equilibre o uso de imagens, códigos e textos no HTML.
  4. Não deixe que seu email marketing seja composto apenas por uma imagem (com ou sem link). Fatie a imagem grande em pedaços menores e monte o layout novamente em tabelas no HTML.
  5. Evite o uso de expressões como “crédito”, “clique aqui”, “grátis”, “curso”, “especialmente pra você”, “a partir de R$…” e “confira”. Existe uma lista de várias outras expressões que devem ser evitadas, mas essas, geralmente, são as mais utilizadas nos templates.
  6. Não insira nenhuma mídia no email marketing, como arquivo de áudio e/ou vídeo. Esses conteúdos são inseridos no HTML com as tas object e embed, que podem ser pontuadas em testes antispam.
  7. Não gere o código HTML a partir de programas que não são específicos para este fim, como os do pacote Office e o ImageReady. HTML gerado com programas do pacote Office trazem um comentário no cabeçalho do código identificando o programa de origem, e os testes antispam pontuam as mensagens que trazem esse comentário.
  8. Em URLs de imagens e links de destino, não utilize expressões como “emailmkt”, “emkt”, “mailmkt” etc. Todas as variações e a própria expressão “email marketing” nas URLs do template são pontuadas pelos testes antispam.
  9. Não use links com destino para arquivos *.exe, *.scr, *.prf ou *.dll.
  10. Se voce gerou o HTML a partir do FrontPage, remova a meta tag ou qualquer outra referência ao FrontPage que constar no template.
  11. No Assunto da mensagem, evite usar a expressão “você”.
  12. Procure usar sempre o mesmo endereço de email remetente para enviar suas mensagens de email marketing. Se o destinatário adicionar seu email no catálogo de endereços, as próximas mensagens que você enviar usando esse mesmo email como remetente terão mais chances de chegar na caixa entrada.
  13. Personalize a mensagem com dados dos destinatários, como nome. No momento da entrega, cada mensagem apresentará uma pequena diferença no conteúdo, por conta dos nomes diferentes de cada destinatário, reduzindo as chances da mensagem receber pontos de spam.
  14. Evite inserir imagens de altura e/ou largura de 1px no template. Muitos spammers adotam essa técnica para identificar quando um de seus emails é aberto, comprovando que aquele email destinatário é legítimo e pode continuar recebendo mais spam.
  15. Utilize um email remetente válido, isto é, que exista e que possa receber emails. Evite usar os famosos “noreply@exemplo.com.br”.

Se você parar para analisar, os servidores de email pontuam como spam certas características do email marketing que não são encontradas em mensagens trocadas entre pessoas, então assume-se que aquela é uma mensagem comercial e, talvez, não solicitada pelo destinatário. Por isso, recomenda-se até evitar o uso da personalização com o nome do destinatário no Assunto, já que essa não é uma prática comum na troca de emails entre amigos e familiares.

*Este conteúdo foi publicado originalmente por Juliana Padron no Blog da Templateria – Fábrica de Templates: http://blog.templateria.com/boas-praticas/15-boas-praticas-antispam-para-o-template-de-email-marketing/

 

Voltar