Câmbio de Moedas

21/08/2014 14:18
 
Câmbio de Moedas
 
   
Vou falar um pouco sobre os aspectos que devem ser observados por você, quando for fazer câmbio de moedas estrangeiras para viagem ao exterior.
 
Antes de sair do Brasil, eu sugiro que você tente encontrar a moeda do país de destino, para troca em algum banco ou casa de câmbio devidamente autorizado pelo Banco Central do Brasil.
 
Algumas moedas muito procuradas como Dólar dos Estados Unidos, Euro, Libra Esterlina, entre outras, podem ser facilmente encontradas para troca. Porém, a grande maioria das moedas não está disponível para troca no Brasil.
 
Caso encontre a moeda desejada no Brasil, troque apenas uma pequena quantia, para as despesas iniciais no país de destino da viagem. Não leve grandes valores em espécie, pois, em caso de perda ou furto, você vai ficar no prejuízo.
 
Caso não encontre a moeda desejada aqui no Brasil para câmbio, você vai precisar trocar o valor que deseja apenas quando chegar ao país de destino.
 
Neste caso, algumas informações são importantes, são elas:
 
No caso do Dólar dos Estados Unidos e do Euro, a cotação utilizada como referência geralmente é a do Dólar Turismo e Euro Turismo, respectivamente. Evidentemente, que sobre esta taxa, cada banco ou casa de câmbio vai ter sua própria taxa.
 
Lembre-se que ninguém pode sair ou chegar ao Brasil com valores acima de R$ 10.000,00 ou o equivalente em moeda estrangeira. Se você estiver transportando um montante acima deste valor, você vai ter que preencher a e-DPV (Declaração de Porte de Valores) eletrônica e pagar o devido imposto, sob pena de ser preso(a) no caso de não ter declarado(a).
 
Nunca troque dinheiro no chamado mercado negro, pois, estas pessoas que agem assim, geralmente não têm autorização legal para isso, por isso, elas oferecem uma cotação melhor para chamar sua atenção, porém, as notas podem ser falsas, você pode estar financiando o crime organizado e você sem saber, pode estar cometendo um crime federal, que em alguns países é severamente punido, mesmo você sendo um(a) turista estrangeiro(a).
 
Em locais de grande movimento de turistas é muito comum ver pessoas oferecendo câmbio de moedas e abordando os viajantes, se isto acontecer com você, não dê ouvidos a esta(s) pessoa(s). Quando você ouvir pelo exterior pessoas que te abordam dizendo muitas vezes “change money”, afaste-se delas.
 
Procure casas de câmbio ou bancos autorizados a trocar moeda. Em alguns países, até mesmo as agências dos Correios podem oferecer este serviço legalmente.
 
Não se preocupe demais em garantir sempre a melhor taxa para trocar seu dinheiro. Isto porque a diferença nas taxas cobradas pelos bancos e casas de câmbio em geral não é muito grande. Em alguns casos, você pode até economizar algum dinheiro optando por um determinado lugar mais barato, mas poderá ter que gastar tempo e algum dinheiro para chegar até este local toda vez que precisar, usando o transporte público por exemplo.
 
 
Continue vendo mais informações importantes e dicas úteis sobre câmbio de moedas em viagem ao exterior.
 
Evite apenas trocar dinheiro em locais onde tradicionalmente as taxas cobradas são mais altas pela conveniência e pelo grande fluxo de turistas, como aeroporto, estação de trem, terminal de ônibus, perto de atrações turísticas ou em meios de hospedagem (hotel, resort, albergue, etc)..
 
Caso esteja chegando a um determinado país sem nenhum dinheiro em espécie na moeda local, faça câmbio nestes lugares apenas do suficiente para chegar até a cidade. Estas despesas iniciais podem ser com transporte público, táxi, lanche, ligação telefônica, etc.
 
Outro detalhe importante, caso esteja carregando sua mala ou mochila na hora de fazer câmbio de moedas, todo cuidado é pouco com os seus pertences. Nunca deixe estes objetos em um local que você não esteja vendo, pois, em questão de segundos, basta um descuido seu e o ladrão pode levar tudo.
 
Jamais troque grandes quantias de dinheiro de uma só vez, mesmo no exterior, o risco de perder ou ser furtado(a) existe. Além disso, pessoas podem estar te observando e você poderá ser seguido(a) quando sair do banco ou casa de câmbio.
 
Saiba que os bancos e casas de câmbio cobram taxas maiores para trocar travelers cheques. No caso de troca destes, tenha sempre o seu passaporte em mãos e lembre-se de assinar os cheques somente na hora da troca, em frente ao atendente do local, senão, o mesmo poderá ser recusado.
 
Caso viaje com travalers cheques, não se esqueça de tirar cópias de todos os cheques e levar estas cópias contigo na viagem. Guarde estas cópias no cofre do seu apartamento no hotel. No caso de perda ou furto dos cheques de viagem, você vai precisar da numeração de cada um deles, para poder fazer o boletim de ocorrência e informar ao banco emissor. Tendo copiado, tudo fica bem mais fácil.
 
Lembre-se que na maioria dos países, as moedas não são aceitas para câmbio, apenas papel moeda, logo, a recomendação é gastá-las antes de voltar ao Brasil. Em último caso, você pode tentar vendê-las para algum turista chegando ao país que precise delas, porém, isso é bem mais complicado de fazer.
 
No caso de trocar Dólar dos Estados Unidos, não aceite as notas de USD$ 100,00 muito antigas, que dificilmente são aceitas pelo comércio em geral. Prefira notas de valores menores ou mais novas.
 
Os cartões de débito internacionais podem ser uma ótima opção para quem precisa levar dinheiro ao exterior, mas não quer correr riscos. Estes cartões podem ser recarregados por uma pessoa autorizada por você aqui no Brasil, no mesmo banco ou casa de câmbio emissor(a). Algumas agências de viagem também emitem este cartão.
 
de: turismoevariedades
Voltar