O que faz o TURISMOLOGO

O que você pode fazer

Agência de viagens Organizar roteiros turísticos e ecoturísticos e apresentá-los aos clientes, informando-os sobre meios de transporte, opções de hospedagem e atrações dos locais que serão visitados. Emitir passagens, reservar vaga em hotéis, restaurantes e espetáculos.

Alimentos e bebidas Atuar em restaurantes, casas noturnas e hotéis na coordenação e operacionalização da área.

Ecoturismo Organizar roteiros ecológicos.

Eventos Organizar, desenvolver e apresentar eventos tanto de negócios quanto de entretenimento.

Hotelaria Administrar hotéis e supervisionar os serviços oferecidos aos hóspedes. Negociar com fornecedores de mantimentos. Auxiliar no planejamento da montagem e na organização de novos empreendimentos hoteleiros.

Marketing Desenvolver análises de mercado, buscando estratégias para satisfazer as necessidades dos clientes, mantê-los féis e captar novos. Criar projetos de divulgação de um município, um estado, uma região, uma propriedade ou um produto, de modo a atrair visitantes e investimentos.

Planejamento Identificar o potencial turístico e elaborar estratégias de exploração nesse segmento em um município, estado ou região. Analisar o impacto do turismo sobre o meio ambiente e a cultura local, estimular a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável da atividade.

Transporte Atuar na coordenação e supervisão de serviços de empresas aéreas, marítimas, rodoviárias e ferroviárias.

Turismo de negócios Organizar viagens e eventos para profissionais, como congressos, feiras e convenções.

Mercado de Trabalho

As melhores perspectivas vêm do crescimento do turismo interno. “O turismo é uma das mais importantes atividades econômicas do mundo e, no cenário brasileiro, ganhou maior projeção com a realização de grandes eventos esportivos. Esses acontecimentos aquecem o mercado de trabalho. Grandes investimentos foram e ainda serão realizados e geram demanda pelos profissionais da área”, explica Gilberto Back, coordenador adjunto de Turismo da Universidade Anhembi Morumbi. Os segmentos de operação de agências de turismo, eventos e hospedagem estão em alta. Também oferecem boas perspectivas os clubes recreativos, onde o turismólogo é responsável pela gestão da política de lazer, e a área de transportes turísticos (rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo). Parques nacionais e unidades de conservação cada vez mais demandam o trabalho deste bacharel. Com o reconhecimento da profissão em 2012, começam a ser oferecidas vagas em concursos públicos, que buscam o graduado para atuar em secretarias municipais ou estaduais e no assessoramento a políticas públicas de incremento do turismo regional. Também há espaço para empreendedorismo, e o número de consultorias tem aumentado. Há demanda em todo o país, principalmente em grandes centros urbanos e em resorts do Nordeste. O desafio do setor é que os postos de trabalho do turismólogo sejam ocupados apenas por quem tem nível superior.

Curso

Antes do vestibular, preste atenção no currículo do bacharelado de cada escola, pois alguns dão mais ênfase à administração e outros aos setores específicos, como hotelaria (UnoparPR, Uneb-BA, Univali-SC e Unoeste-SP) e meio ambiente (Unespar-PR). Mas grande parte é parecida e busca fundamentos da administração, da contabilidade e do marketing, além de disciplinas de formação humanística, como história, geografa e português. As matérias específicas, como planejamento turístico, e as práticas, como organização de passeios e eventos, predominam nos cursos. O estágio é obrigatório.

Duração média: 4 anos.

Outro nome: Lazer e Tur.

Fonte Guiadoestudante

 

Newsletter

Assine a nossa newsletter: