Belo Horizonte

Belo Horizonte

Receptivo, passeios e traslados em Belo Horizonte

 

No Passeio Descrição                                                          Regular por pessoa Pague
bhz01 City Tour Capital do Estado Mineiro e uma das primeiras cidades planejadas brasileiras. Circundada pela Serra do Curral, a cidade só poderia receber nome alusivo à beleza da paisagem avistada em seus pontos mais elevados, além das suas quinhentas praças, trinta parques e mais de duzentas áreas verdes. O conjunto urbanístico da Pampulha, projetado na década de 40, às margens da lagoa artificial, é composto por belos exemplos da arquitetura de vanguarda, de Niemeyer, valorizado pelos jardins de Burle Marx e pinturas de Portinari. Quem visita a cidade deve conhecer também a arquitetura eclética e neoclássica da praça da liberdade. Devido à localização privilegiada e uma infra-estrutura turística de qualidade, a capital mineira vem se consolidando como pólo de turismo de negócios e eventos. Chegar a Belo Horizonte é o primeiro passo para conhecer Minas Gerais diversificada, acima de tudo histórica e cultural. R$  
  By Night      
  Cultural e Ecológico      
  Tour de Compras      
  Tour de Museus      
  Ouro Preto
Distância de Belo Horizonte: 99 km - Tempo de Viagem: 1 H e 20 minutos
Ouro Preto, antiga capital de Minas Gerais é um dos mais importantes núcleos de mineração de ouro do século XVII. Reconhecida e declarada pela Unesco como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, Ouro Preto representa a síntese da arte colonial, não apenas pela expressão de sua história, mas pelo acervo cultural que preservou. Maior conjunto homogêneo de arquitetura barroca do Brasil, Ouro Preto é uma jóia rara encravada entre as montanhas de Minas Gerais. No auge do ciclo do ouro, foi construída por artistas e escravos, que dos modelos europeus criaram um estilo nacional. A maior emoção vem do cenário onde a cidade está pousada sobre morros coroados por igrejas. O casario se derrama à volta e cadencia o vaivém das ladeiras. Possui belíssimas igrejas como as de São Francisco de Assis e a Igreja do Pilar, famosa pela riqueza da talha dourada.    
  Ouro Preto + Mariana
Distância de Belo Horizonte: 110 km - Tempo de Viagem: 1 H e 30 minutos
Primeira capital do Estado e a mais antiga de Minas Gerais, Mariana evoca a religiosidade enraizada na fé e na festa do ouro. Considerada monumento nacional, a cidade destaca-se pela história retratada em seus casarões e ladeiras, guardando traços da arquitetura colonial do Século XVIII. Um simples passeio pelo centro histórico revela traços de um passado marcado pela riqueza e ostentações proporcionadas pela atividade mineradora e por uma efervescência artístico-cultural e arquitetônica ainda viva no esplendor dos entalhes nas igrejas e de casarões tricentenários. O cenário barroco fica ainda mais completo com o calçamento que se preserva antigo e bem conservado. Entre as igrejas centenárias, a Catedral da Sé é a mais famosa, preservando um lavabo na sacristia feito pelo mestre Aleijadinho, e a pintura que retrata o batismo de Jesus feita pelo mestre Ataíde.    
  Congonhas
Distância de Belo Horizonte: 85 km - Tempo de Viagem: 60 minutos
Congonhas, “o triunfo do barroco de Minas”, reúne o maior conjunto artístico criado por Aleijadinho. A maior parte do acervo da cidade foi considerada Patrimônio Cultural da Humanidade e o município recebeu o título de monumento mundial. Entre o cervo tombado, encontra-se o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, que abriga altares entalhados por grandes nomes da época e relicários feitos por Aleijadinho. Ali se encontra a imagem do Senhor Morto, à frente do altar-mor, motivo da maior peregrinação religiosa de Minas Gerais. No adro da Basílica Senhor Bom Jesus de Matozinhos estão os doze profetas de Aleijadinho, esculpidos em pedra sabão. Na ladeira, em frente ao adro, ficam dispostas seis capelas onde estão 66 figuras que representam os passos da Paixão de Cristo: Ceia, Horto, Prisão, Flagelação - Coroação de Espinhos, Cruz às Costas e Crucificação.    
  Sabará
Distância de Belo Horizonte: 25 km - Tempo de Viagem: 30 minutos
Às margens do Rio das Velhas e a apenas vinte e três quilômetros de Belo Horizonte, Sabará é uma cidadezinha cheia de estilo e uma das mais antigas cidades de Minas. Em suas ruas está escrita uma rica história, do tempo em que a ambição era a lei e o ouro a maior das conquistas. O centro histórico concentra grande parte deste acervo e pode ser visitado caminhando por vias estreitas de paralelepípedos e se defrontar com construções do século XVIII. A cada esquina surpresas vão revelando os mistérios de Sabará, impressionando turistas e estudiosos. Os chafarizes, Igrejas, casarões e ruas tradicionais conduzem o visitante ao remoto tempo de abundância do ouro.    
  Congonhas + Ouro Preto Congonhas, “o triunfo do barroco de Minas”, reúne o maior conjunto artístico criado por Aleijadinho. A maior parte do acervo da cidade foi considerada Patrimônio Cultural da Humanidade e o município recebeu o título de monumento mundial. Entre o cervo tombado, encontra-se o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, que abriga altares entalhados por grandes nomes da época e relicários feitos por Aleijadinho. Ali se encontra a imagem do Senhor Morto, à frente do altar-mor, motivo da maior peregrinação religiosa de Minas Gerais. No adro da Basílica Senhor Bom Jesus de Matozinhos estão os doze profetas de Aleijadinho, esculpidos em pedra sabão. Na ladeira, em frente ao adro, ficam dispostas seis capelas onde estão 66 figuras que representam os passos da Paixão de Cristo: Ceia, Horto, Prisão, Flagelação - Coroação de Espinhos, Cruz às Costas e Crucificação.    
  Congonhas + São João Del Rei + Tiradentes A aristocrática São João Del Rey é dona do mais importante conjunto histórico ferroviário do Brasil e do mundo. A cidade abriga o centro de Preservação da História Ferroviária, tombado oficialmente pela Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. O trenzinho Maria Fumaça constitui uma extensão do museu ferroviário ligando São João Del Rey a Tiradentes e tornando o principal cartão de visita da cidade. São João Del Rey é um convite ao romantismo, que pode ser vivido nas velhas pontes de pedra da Cadeia e do Rosário. Ricas igrejas reúnem peças raras, como a Catedral-Basílica de Nossa Senhora do Pilar e a de São Francisco de Assis, cujo crucifixo do altar possui dois rubis como gotas de sangue.

Tiradentes - 198 Km de Bh. Pequena, charmosa e bem preservada. A sensação é de que o tempo parou, principalmente na Maria fumaça e nas charretes até o largo das forras. Berço do mártir da Inconfidência Mineira, Tiradentes destaca-se pelo seu conjunto urbanístico puramente colonial, com suas ruas tortuosas, casas e sobrados barrocos. Em cada esquina o passado se faz presente e os monumentos contam a história da cidade. Em 1938, foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Existem oito igrejas e inúmeras capelas, entre elas, a Matriz de Santo Antônio, com aplicações de ouro com sete altares de talha e um relógio de sol esculpido no adro por Aleijadinho em pedra sabão. Um dos passeios é visitar as ruínas da fazenda do Pombal onde nasceu Tiradentes. Conhecer Tiradentes é reviver a História do Brasil.

 
   
  Parque Ecológico e Cachaçaria Vale Verde
Distância de Belo Horizonte: 42 km - Tempo de Viagem: 50 minutos
A fazenda Vale Verde, reconhecida por produzir umas das melhores cachaças do Brasil, abre agora a porteira para você conhecer sua outra grande qualidade: a qualidade de vida. A fazenda é também um Parque Ecológico, criado para preservar fauna e flora e para você fazer um passeio único, num ambiente agradável e tranqüilo, em contato com a natureza. O parque tem vários atrativos, para todos os gostos e idades. Além de conhecer todo o processo de produção da cachaça, há outras opções de atividades. Você vai se surpreender em um belo passeio e aproveitar o que a vida tem de melhor.  Nos finais de semana as crianças podem se divertir no playground, acompanhadas por monitores. Outros eventos que fazem sucesso são os passeios de charretes e os encontros com os contadores de história. Os visitantes podem conhecer também uma verdadeira “maternidade de aves”. Inaugurada recentemente, na maternidade é possível conhecer e observar a evolução de uma ave na chocadeira, seu tratamento e os cuidados necessários.    
  Cachaçaria Gota de Minas

Na mão do desenvolvimento econômico por meio da tradicional cachaça mineira, a Gota de Minas é também uma Pousada Rural. A 28 quilômetros de Ouro Preto, faz parte do Roteiro da Cachaça. Com uma área de 180 hectares, numa região montanhosa, formada por matas nativas preservadas, nascentes protegidas, cachoeira, lagoas para prática da pesca, a Pousada Gota de Minas oferece uma infra-estrutura completa para o lazer de sua família e uma grande atração para os apreciadores do turismo rural.

   
  Parque Ecológico e Cachaçaria Vale Verde + Mercado Central A fazenda Vale Verde, reconhecida por produzir umas das melhores cachaças do Brasil, abre agora a porteira para você conhecer sua outra grande qualidade: a qualidade de vida. A fazenda é também um Parque Ecológico, criado para preservar fauna e flora e para você fazer um passeio único, num ambiente agradável e tranqüilo, em contato com a natureza. O parque tem vários atrativos, para todos os gostos e idades. Além de conhecer todo o processo de produção da cachaça, há outras opções de atividades. Você vai se surpreender em um belo passeio e aproveitar o que a vida tem de melhor.  Nos finais de semana as crianças podem se divertir no playground, acompanhadas por monitores. Outros eventos que fazem sucesso são os passeios de charretes e os encontros com os contadores de história. Os visitantes podem conhecer também uma verdadeira “maternidade de aves”. Inaugurada recentemente, na maternidade é possível conhecer e observar a evolução de uma ave na chocadeira, seu tratamento e os cuidados necessários.
Mercado Central Uma mistura de religiosidade, cultura popular, tradição e contemporaneidade fazem do Mercado Central de Belo Horizonte um dos cantinhos mais aconchegantes da cidade. Lá se encontra de tudo. Artesanato mineiro, floricultura, brinquedos e roupas. Se está com fome pode pedir comida mineira ou comprar ingredientes para fazer em casa. Se está com sede, pode convidar os amigos para uma boa cervejinha. Se busca algum tipo de proteção religiosa, pode comprar os mais variados artigos religiosos e esotéricos. Qualquer tipo de cura pode ser encontrado por lá: curas para a alma e para o corpo. Mas para quem quer dar só um passeio, também pode passar por lá. Tem "causo" mineiro em cada canto daquele lugar. Essas histórias da cultura popular, meio verdade, meio crendice, ajudam também a contar um pouquinho da história de Belo Horizonte.
   
  Gruta Lapinha
Distância de Belo Horizonte: 42 km - Tempo de Viagem: 50 minutos
A gruta da Lapinha está localizada na região arqueológica de Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte. Possui uma área de 500 metros de extensão destinada à visitação com vários salões e diversas cavernas espalhadas em seu interior. Entre as formações de estalactites e estalagmites, estão as que lembram um véu de noiva, cascatas presépio e uma catedral. Na entrada da gruta encontra-se o museu arqueológico onde se guarda ossadas fósseis de animais pré-históricos que habitaram a região, além de coleção de objetos raros e milenares. Estas são algumas das preciosidades que a levaram a se tornar conhecida mundialmente    
  Serra da Piedade
Distância de Belo Horizonte: 55 km - Tempo de Viagem: 50 minutos
Descoberto por portugueses no século XVIII, a Serra tem 1.783 metros de altura e sua formação geológica é a mesma do Espinhaço, da qual ela faz parte - óxido de ferro, sílica, quartzito e gnaisse. O Santuário de Nossa Senhora da Piedade propicia a proteção desde a flora e a fauna, como de todo o ecossistema da Serra que comporta grutas ainda inexploradas, enormes penhascos abruptos e rochedos gigantescos, entre os quais cresce uma vegetação de montanha. Do alto da serra, descortina-se um imenso panorama, proporcionando aos visitantes que encaram sua íngrime subida de 5,5 km uma bela e ampla visão de toda a região. No ponto mais alto da montanha, há duas construções metálicas, a do observatório astronômico da Universidade Federal de Minas Gerais e o Equipamento de Controle do Tráfego Aéreo do Ministério da Aeronáutica    
  Serra do Cipó
Distância de Belo Horizonte: 100 km - Tempo de Viagem: 1 Hora 30 minutos
A Serra do Cipó é um dos conjuntos naturais mais exuberantes do mundo. Sua história geológica é complexa e data do período pré-cambriano, com suas rochas arenosas que foram formadas por depósitos marinhos há quase dois bilhões de anos. A diversidade da sua vegetação é alta, sendo que muitas espécies só são encontradas aqui. Sua fauna é representativa e abriga espécies ameaçadas de extinção. Os bandeirantes foram os primeiros colonizadores a desbravar as terras em busca de riquezas. Mas as riquezas presentes na Serra do Cipó não interessavam aos bandeirantes e, talvez, por isso a região tenha sido preservada. Consolidada como um grande destino turístico mineiro, a Serra do Cipó oferece várias opções de lazer, com destaque para o canyoning, turismo eqüestre, caving, cicloturismo, trekking, alpinismo e passeios de caiaque e barco    
  Santuario do Caraça
Distância de Belo Horizonte: 125 km - Tempo de Viagem: 1 Hora 30 minutos
O Parque Nacional do Caraça, localizado na Serra do Espinhaço, no município de Catas Altas, que já foi colégio e seminário, hoje abriga a Hospedaria do Caraça, além de manter todo seu entorno natural, transformado em Reserva Particular de Patrimônio Natural. O santuário é mais um local especial de observação do rico patrimônio do Brasil, com seus rios, cascatas, matas, grutas e riachos, escondido entre as montanhas que compõem a típica paisagem da região que um dia serviu de passagem a muitos bandeirantes na época do ciclo do ouro no Brasil, durante o século XVIII.    
  Inhotim Centro de Arte Contemporanea
Distância de Belo Horizonte: 60 km - Tempo de Viagem: 1 Hora 10 minutos
Inhotim é um lugar em contínua transformação, onde a arte convive em relação única com a natureza. Caracteriza-se por oferecer um grande conjunto de obras de arte, expostas a céu aberto ou em galerias temporárias e permanentes. Ocupa uma área de 97 hectares de jardins botânicos de rara beleza com uma extensa coleção de espécies tropicais raras e um acervo artístico de relevância internacional. O paisagismo teve a influência inicial de Roberto Burle Marx e um terreno que conta com cinco lagos e reserva de mata preservada. Por tudo isso é considerado o maior centro de arte contemporânea a céu aberto do mundo.    
  Gruta do Maquiné / Rei do Mato
Distância de Belo Horizonte: 80 km - Tempo de Viagem: 1 Hora
Maquiné é considerada a mais bela gruta do mundo para o gênero três estrelas. Conhecida e visitada turisticamente desde o início do século e encantando visitantes de todas as idades, Maquiné é o berço da paleontologia brasileira, tendo sido descoberta em 1825 e explorada em 1834 pelo dinamarquês Dr. Peter Lund. A gruta tem 650 metros de extensão e cada um de seus sete salões apresenta uma surpresa, quer seja pelo tamanho, pelas cores ou pelas formas espantosas. Em todo o seu interior observa-se grande formação de estalactites e estalagmites, além de resquícios de pinturas rupestres.
A gruta Rei do Mato se revela com rara beleza, através dos seus 220 metros de extensão e 50 metros de profundidade. Com um desnível de 30 metros, em seus 4 salões, observam-se belíssimas formações em calcita. A calcita é geralmente branca ou transparente, tomando tonalidades e cores distintas pelas impurezas e presença de outros minerais, dando à gruta um magnífico colorido, além de apresentar formações raras, como duas colunas estreitas, paralelas, perfeitamente cilíndricas e que sobem 20 metros de altura até o teto, sendo encontradas apenas na Gruta de Altamira, na Espanha. Localizada no município de Sete Lagoas, a gruta é considerada “viva”, pois continua se formando pela ação da água.
   

Passeios e excursões em Minas Gerais com saídas da cidade de Belo Horizonte.

  • Consulte-nos sobre descontos progressivos para reservas a partir de 03 pessoas adultas.
  • Excursões diárias às cidades históricas de Minas Gerais, exceto às segundas-feiras.
  • Os ingressos para as visitas não estão incluídos nos passeios. 
  • As refeições incluídas são feitas em restaurantes conveniados de excelente qualidade e as bebidas não estão incluídas. 
  • Crianças até 04 anos não pagam, de 05 a 09 anos paga 50% do valor do adulto e a partir de 10 anos paga tarifa normal. Desde que acompanhadas de 02 adultos pagantes.
  • Transporte em carros sedans ou executivos, vans e minivans, micro-ônibus ou ônibus executivo dependendo da demanda do dia.
  • Passeios com acompanhamento de guia de turismo nacional. Para guia de turismo bilíngüe, favor solicitar tarifário específico.
  • Tarifas em reais válidas até 12/2014,
  • Tarifas sujeitas à alteração sem aviso prévio.